A sexualidade é uma característica inerente ao ser humano, bela, saudável, merecedora de atenção e cuidado, e as diferentes sexualidades merecem igual tratamento por parte da sociedade, não sendo cabíveis discriminações em função da representação numérica (ou seja, não cabe estabelecer que o que a maioria faz é mais saudável, adequado ou correto do que aquilo que é praticado somente por uma pequena fração do todo).

Os únicos critérios que eu considero adequados para estabelecer se uma manifestação da sexualidade é lícita, aceitável ou defensável são:

1) que os participantes estejam em plena posse de suas faculdades mentais, e capazes de tomar decisões conscientes, bem informadas e maduras sobre suas atitudes (isso exclui a licitude, por exemplo, da pedofilia, bem como das práticas sexuais realizadas sob uso de alucinógenos ou substâncias perturbadoras do SNC, como o álcool);

2) que a concretização de qualquer prática sexual seja voluntária e livre de pressão ou constrangimento de qualquer natureza (isso exclui a licitude dos jogos psicológicos que utilizam a sedução e a recompensa sexual como práticas de jogos de poder, incluindo desde as chantagens emocionais dentro de uma relação estável até o assédio moral ou sexual);

3) que não haja prejuízo a terceiros em nenhuma esfera, tanto emocional quanto orgânica e mesmo social (isso exclui a licitude da traição, que gera mágoa, ressentimento e humilhação, da mentira, que viola a confiança, da promiscuidade, que nega a construção da afetividade, e do sexo inseguro, que ameaça a integridade física dos parceiros).

Considerados este parâmetros, a sexualidade se apresenta em seu pleno potencial de dignidade e de experiência geradora de contentamento.

Afastados estes parãmetros, a sexualidade se apresenta como tara, sufocando a dignidade e negando a construção de relações saudáveis, independentemente de qual seja o sexo do da pessoa ou das pessoas com quem alguém possa manter relações sexuais ou afetivas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *