“O reconhecimento da dignidade inerente a todos os membros da família humana e de seus direitos iguais e inalienáveis é o fundamento da liberdade, da justiça e da paz no mundo.” (DUDH) Se existe um atestado de burrice maior do que alguém ser “contra os Direitos Humanos”, negando assim a própria dignidade como ser humano, é algo merecedor de figurar no Guiness Book of Records ou de receber as honrarias dos Darwin Awards. Como sou moderador de um fórum pró-DH, todo dia encontro algum acéfalo atacando os Direitos Humanos, o que é entediante, mas é amplamente compensado quando encontro uma história como a que segue.

Inteligência é capacidade de adaptação!

Albert Einstein foi a uma festa e não conhecia ninguém… Logo, logo, foi tentando se misturar aos convidados:

– E aí, como vai? perguntou Einstein.

– Vou bem!

– Qual é o seu Q.I.?

– 250.

Então começou a conversar sobre física quântica, teoria da relatividade, bombas de hidrogênio, etc. Andou mais um pouco e encontrou outra pessoa:

– Olá, tudo bem?

– Tudo bem.

– Qual seu Q.I.?

– 150.

Então, novamente, Einstein começou a conversar, só que desta vez sobre política, desigualdade social, reforma agrária, etc. Andou mais um pouco e encontrou a terceira pessoa:

– Oi, como vai? perguntou ele.

– Tudo bem!

– Qual é o seu Q.I.?

– 100.

Então começou a conversar sobre desemprego, aumento dos combustíveis, Bin Laden, etc. Andou mais um pouco e encontrou outra pessoa:

– Como está, tudo bem?

– Tudo ótimo.

– Qual é o seu Q.I.?

– 50.

Então começou a falar sobre a casa dos artistas, Big Brother, Adriane Galisteu, Ratinho, Gugu, Faustão, João Kleber, Luciana Gimenez , etc. Deu mais uma volta, encontrou outra pessoa:

-Olá, tudo bem?

-Tudo bem!

– Qual o seu Q.I.?

– 5.

E o Einstein:

– Pois é, rapá. Bandido bom é bandido morto. Tem tudo qui si ferrá. Interrá im pé prá não ocupá ispaço. Direito Zumano pra zumano direito!

Não achou graça? Hmmm…

Se você acha que “Direitos Humanos são para humanos direitos”, então, das duas, uma:

– Ou você não sabe o que são Direitos Humanos, o que é uma ótima notícia, porque desconhecimento é algo facilmente corrigível, basta consultar fontes confiáveis de informação;

– Ou você sabe o que são Direitos Humanos, o que é uma péssima notícia, porque a solução para o seu problema ainda pertence à ficção.

2 thoughts on “Inteligência é capacidade de adaptação!

  1. Morro de vontade de fazer teste de Qi. Mas morro de medo de descobrir que tenho QI menor do que esse ultimo rapá.

  2. Aqui (no braZil) QI significa “Quem Indica”! Já estive em contato com colegas que apresentam altos “QIs” que os permitem exercer cargos determinantes sobre a vida e a saúde de muitas pessoas…ouvi deles “embasbacantes” depoimentos técnicos e tomadas de decisão que torceram de tal forma as cinzas de Hipócrates que a terra tremeu na Grécia.
    Ainda sobre DH (usando sua sigla), falta definir algo primário: O que é um ser humano? É costume criar o dia de uma minoria qualquer (ou de um grupo sem peso político) para abanar com tolerâncias e amores, e maquiadas possibilidades consumistas (sejam legais e comprem um presentinho para ele!). Então temos o dia do orgulho gay, o dia do negro, o dia das mães, o dia dos pais, o dia da vó, o dia da secretária, o dia das crianças, o dia do professor, o dia de uma profissão qualquer, e o dia dos pais e amigos dos excepcionais; e como excepcional entenda os colocados na extremidade esquerda da curva de Gauss. Há três dias revivi um contato com um “QI” especial (e gostaria de ajuda para classificá-lo): médico, bem sucedido, formador de opinião, culto, mas que não sabe o que é um ser humano. História semelhante a que já contei em http://romacof.wordpress.com/2009/03/31/voce-e-um-ser-humano/ . É de não acreditar na salvação da espécie. Peço desculpas pela minhas metáforas “defecóides” nos últimos comentários. Era o que eu estava digerindo no momento!

    A propósito, fica a pergunta: O que é um ser humano?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *