Volta e meia eu descubro um texto meu citado em algum fórum ou em outro blog sem nenhuma indicação de fonte ou autoria. Pensei em incluir meu nome, a URL do Pensar Não Dói e a data ao final de cada texto. Assim, quem fizer cópias de boa fé não terá qualquer trabalho para fazer a citação correta de meus artigos e quem remover esta informação estará se entregando como ladrão de textos. O que você acha da idéia?

Essa história começou quando eu estava passeando pelos blogs que estão ali na coluna da esquerda do Pensar Não Dói e encontrei um artigo do Vinícius Duarte em que ele cita as buscas absurdas que levaram os internautas ao Com Fel e Limão.

Lembrei de imediato uma vez que a Mônica postou um artigo semelhante sobre buscas absurdas no Crônicas Urbanas e eu postei lá uma aberração que alguém buscou e por acaso veio cair no Pensar Não Dói. (Não é o “Como vim parar aqui?“. Mônica, lembras de uma busca sobre estupro e entorpecentes que caía no artigo “Como fazer sexo seguro (dicas para homens)“? Eu até comentei que depois que postei isso no teu blog esta passou a ser a busca que mais trouxe gente para o Pensar Não Dói.)

Tentando localizar o artigo correto da Mônica para resgatar a expressão exata que causou aquele imbróglio, acabei encontrando uma cópia de um artigo meu postada sem qualquer indicação de fonte ou de autoria em um blog cuja existência eu desconhecia. O sujeito simplesmente se passou por autor do meu texto. Chato, isso.

Coloquei um recado no blog do sujeito solicitando que, na próxima vez que ele copiar um texto de alguém, faça o favor de citar a fonte e o autor. Pena que esse é o tipo de providência inútil nos casos de cópia mal intencionada.

Foi esse episódio que me fez questionar por que tanta gente não cita as fontes quando copia um texto. Será mesmo má intenção, ou tem muito de preguiça e até de desconhecimento de como citar fonte e autoria na internet? Provavelmente todas essas alternativas ocorrem, só não há como saber em que proporção.

Tentando imaginar um modo de ajudar os divulgadores de boa fé a citar fonte e autoria de seus textos prediletos modo correto, logo me dei conta que bastaria que os artigos fossem assinados com o nome do autor e a URL do blog e o problema estaria resolvido.

A idéia não é tão óbvia quanto parece. Faça uma busca rápida em seu blogroll e verifique quantos blogueiros acrescentam seu nome e a URL do blog ao final de cada texto. Eu aposto que você não vai encontrar exemplos facilmente.

Meu único questionamento é quanto à estética. Eu gostaria de saber a opinião dos meus leitores: fica feio ou não faz diferença? Alguém tem outra sugestão?

Arthur Golgo Lucas – arthur.bio.br – 13/01/2010

==

5 thoughts on “Facilitando citar fonte e autoria de textos na internet

  1. Arthur,
    a rede está lotada de textos sem as devidas referências. Muitas vezes é alguém tirando de alguém que postou vindo do blog de um outro alguém, e aí já não se sabe mais quem é o dono. Às vezes eu posto algum texto bacana que eu encontrei (ou, mais frequentemente, que alguém me enviou por email sem os devidos créditos), mas quando faço isso eu aviso que não sei quem é o autor, e o texto vai pra categoria de ‘textos dos outros’. Quando o real dono aparece, eu incluo os dados com prazer (mas acho que isso só aconteceu uma vez). Se ele tiver uma página ou blog, coloco o link também. Não sei porque as pessoas querem sair por aí cumprimentando com o chapéu dos outros, né? Tem tanta coisa legal na internet, achar e divulgar é uma ótima ideia. Mas sair roubando material dos outros é dose. E desnecessário. Até com as fotos eu gosto de pedir permissão. Quando pego alguma coisa no banco de imagens do Google, tento buscar aquelas que já foram publicadas em jornais e revistas e não incluem imagens particulares. Quando possível, também faço o link para o original na própria foto, mas nem sempre é possível…

  2. deixe de lado a estética, tem menor importância. RAramente escrevemos alguma coisa totalmente inédita e corremos o risco de reescrever idéias já colocadas na tela, ou no papel, com mudanças na forma. Porém, a produção de cada um tem que ser respeitada. Acho fascinante as pessoas que têm a capacidade de explorar textos dos outros e montar excelentes obras. Quem tem essa capacidade faz questão de citar as fontes. Certa feita um professor universitário copiou um conto de natal meu (este que está no meu blog) fez dezenas de cópias para alunos e amigos e colocou o nome dele embaixo. Coisas de fim de ano. Chegou a colocar cópias nos murais. Acontece que uma das alunas era minha prima e conhecia o conto. Não fiz nada. Na verdade pedi para minha prima conseguir algum mail dele, mas ela acabou ficando com medo de ser identificada e sofrer alguma represália. É necessário respeito às idéias e capacidade dos outros. Ponto.

  3. Ando sumido porque tive dois filhos, com uma diferença de uma semana entre um e outro… deixa os detalhes pra lá. Quer uma sugestão? Coloca a palavra “Autor:” e dois pontos antes do nome, pra ter certeza que os gorilonautas com QI < 50 vão entender.

  4. Copio montanhas de coisas da Internet,sempre cito a fonte.Isso é obrigação.Cito a fonte em minhas próprias cópias,para não ficar refém da memória,rs.Tiveste uma ótima idéia ! Fotos também poderiam ser desse jeito.A gente copia de alguém que também fez uma cópia…..e não pode citar a fonte.

  5. Coloca sim, e facilitaria tbm para os leitores do seu blog se estivesse as informações do post logo no cabeçalho do artigo, ppal. a data (que muitas vezes tenho que ficar rolando até o fim do artigo para ver qd foi publicado 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *