Agenda Para Ontem Se Quisermos Ter Um Amanhã

Arthur Golgo Lucas

1) Fim do crescimento populacional para ontem.

2) Fim do consumo de combustíveis fósseis para ontem.

3) Fim do desmatamento e início da recuperação florestal para ontem.

4) Fim da superexploração e poluição dos oceanos para ontem.

5) Fim da violação dos Direitos Humanos para ontem.

No Dia Mundial do Meio Ambiente, republico minha Agenda Para Ontem com a intenção de alertar os ecologistas e ambientalistas sobre a imensa e urgente necessidade do Movimento Ecológico de abandonar a anacrônica e obsoleta agenda ambientalista dos anos setenta, baseada em trabalho de formiguinha e conscientização para a mudança de atitudes individuais, e assumir uma nova agenda ecodesenvolvimentista, baseada em alterações estruturais dos sistemas político e econômico.

Devido aos compromissos assumidos para o Dia Mundial do Meio Ambiente e à extensão dos textos referentes a cada item da agenda, futuramente vou postar um artigo para detalhar cada item e linkar estes artigos aqui conforme forem publicados.

18 thoughts on “Agenda Para Ontem Se Quisermos Ter Um Amanhã

  1. Boa proposta, mas eu incluiria como sexta tarefa da agenda: Reconhecimento e fim da violação dos direitos animais para ontem.

    A exploração animal tem consequências catastróficas no meio ambiente, embora os ambientalistas da linha naturalista ou antropocêntrica não tenham se atentado pra esse fato. A pecuária, a pesca, o tráfico de animais silvestres, a caça, o sequestro de animais dos seus habitats pra aquários, parques, circos e zoológicos etc. não me deixam mentir.

    É duro pra sociedade admitir, já que consome muita carne, leite e ovos, mas o veganismo termina figurando como essencial numa agenda que vise salvar o meio ambiente.

    Abs

    1. Ih, Robson… discordo e muito. 🙂

      Não se pode confundir questões ideológicas como o vegetarianismo engajado com as questões de preservação ambiental.

      A caça desportiva, hoje proibida no Brasil, tem um grande potencial de proteção ambiental, tornando lucrativa a manutenção do meio ambiente em condições adequadas para prática cinegética ao invés de substituir ecossistemas naturais por paisagens agropastoris.

      E não considero adequada uma dieta vegana. Se o ser humano fosse naturalmente vegetariano, não seria tão difícil compor uma dieta baseada somente em produtos de origem vegetal para garantir nossa saúde. O fato de ser necessário um estudo intenso e a consulta de uma série de tabelas de substituições para conseguir compor uma dieta sem carências de ácidos graxos essenciais e aminoácidos essenciais – itens facilmente encontrados em um bom bife – mostra que nosso organismo não é preparado para viver apenas da ingestão de vegetais.

      Os argumentos veganos normalmente incluem uma confusão entre os resultados da superpopulação humana e a suposta desejabilidade de uma adoção generalizada de uma dieta vegetariana. Isso tem muito de ideológico e pouco de realista.

      Sabias que o cérebro humano somente atingiu a capacidade atual em função de termos passado a ingerir carne em determinado ponto de nossa história evolutiva? Se não fosse por esse fato, nosso cérebro dificilmente teria passado do nível de desenvolvimento de nossos primos chimpanzés, bonobos, oragotangos e gorilas. Simplesmente não havia disponibilidade proteica suficiente na dieta destes primatas para permitir a evolução de um cérebro tão complexo quanto o humano.

  2. Eu ainda como peixe, mas se a situação familiar permitir virarei ovo-lacto. Ah, os camarões, bacalhaus e salmões! Farão falta!
    🙁

    Veganismo puro eu tambem não acho adequado.

    1. Eu não dispenso um bom churrasco.

  3. http://charges.uol.com.br/upload/bobagens/global.jpg

    Irônico e merecido. Deveria ser pra rir, mas é pra chorar, pensando no possível (provável?) futuro.

    1. Hehehehe… é, é tragicômico. :-S

    2. Assustador… calor aqui e lá isso:
      http://veja.abril.com.br/noticia/internacional/fenomeno-polar-paralisa-parte-do-meio-oeste-dos-eua

      “A sensação térmica por causa dos ventos pode chegar a até -60ºC.”

      Gaea não está conseguindo regular suas temperaturas 🙁 .

    3. Por isso que eu digo que “mudança climática” ainda é muito politicamente correto. O certo é “desestabilização climática”.

  4. Cara … bom seu blog… voltarei pra ler. Midia que preste ta faltando.

    ATT,

    1. lóóóóó-óóóóó-viúúúúú… 😛

      É, meu caro, o perigo é imenso – e tem gente que não admite isso mesmo vendo imagens como esta: http://alfaconnection.net/images/permafrost%20deretimento.jpg A explicação da imagem pode ser encontrada aqui: http://alfaconnection.net/meio%20ambiente/mantos%20de%20gelo.htm Mas já adianto a legenda: “A fotografia mostra fendas no permafrost parcialmente fundido e a inclinação das árvores devida a perda de estabilidade.”

    1. Parece lindo. Mas qual é a ideologia do perpetrador? É lúcida? É confiável?

  5. http://adonaisantanna.blogspot.com.br/2014/04/modelo-matematico-para-o-futuro-da.html

    […Recentemente foi aceito para publicação no periódico Ecological Economics um artigo que promete forte impacto. Safa Motesharrei e Eugenia Kalnay, da University of Maryland, e Jorge Rivas, da University of Minnesota, desenvolveram um modelo matemático (parcialmente financiado pela NASA) sustentado em quatro equações diferenciais, para antecipar dinâmicas populacionais humanas, levando em conta a evolução de elites sociais, classes sociais desprivilegiadas, recursos naturais e riqueza. Para o leitor acessar o artigo em sua íntegra clique aqui.

    Apesar das equações diferenciais serem acopladas, um dos resultados mais surpreendentes (e assustadores) é que tanto a estratificação econômica quanto o abuso de recursos naturais podem conduzir, de forma independente, ao colapso de civilizações…]

    1. Estou lendo o artigo de Motesharrei, Kalnay e Rivas. Em casos polêmicos assim é sempre necessário conferir as informações no original.

  6. http://www.avaaz.org/po/join_to_change_everything_cities_post/?btTktgb&v=41706

    Dia de ação global em 21 de setembro em prol de um futuro limpo.

    “Eu me juntarei ao dia de ação global em 21 de setembro e ajudarei a fazer a maior ação pelo clima que o mundo já viu a fim de que nossas demandas por medidas urgentes para o clima não sejam ignoradas.”

    1. O que será que vão promover? O “Dia Internacional da Vasectomia, da Ligadura de Trompas e do Suicídio Assistido”? 😛

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *