setembro 2011
D S T Q Q S S
« ago   out »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Siga o blog


Pelo Facebook
Pensar Não Dói no Facebook
Pelo Twitter
Pensar Não Dói no Twitter
Pelo e-mail

Informe seu e-mail

Tamanho das letras

  • A A A


  • REVOLUÇÃO ILUMINISTA

    Iluminismo

    "O Iluminismo representa a saída dos seres humanos de uma tutelagem que estes mesmos se impuseram a si. Tutelados são aqueles que se encontram incapazes de fazer uso da própria razão independentemente da direção de outrem. É-se culpado da própria tutelagem quando esta resulta não de uma deficiência do entendimento mas da falta de resolução e coragem para se fazer uso do entendimento independentemente da direção de outrem. Sapere aude! Tem coragem para fazer uso da tua própria razão! - esse é o lema do Iluminismo". (Immanuel Kant)

    Uma tenda na montanha dos gorilas vermelhos

    Eu e um amigo usamos com freqüência algumas metáforas do filme original do Planeta dos Macacos para nos referirmos a certos comportamentos humanos. Afinal, esse era o objetivo do filme: uma terrível metáfora sobre nossa realidade. O problema é que o mundo me parece cada vez mais idêntico à metáfora.

    Vou dar um exemplo pra ver se me faço entender.

    Imagine que você vá até as montanhas dos gorilas e veja os gorilas sentados quietos na chuva, sem saber se abrigar das intempéries, dependendo somente do próprio sistema imunológico para sobreviver ao clima.

    Como você sabe que ter um teto é mais confortável e aumenta a sobrevida, você não se expõe às intempéries, você constrói uma tenda para se abrigar e fica embaixo dela enquanto chove. E os gorilas, que estão ao redor, vêem isso.

    Marque um “x” na opção mais provável:

    1. (__) Os gorilas vão ignorar você e sua tenda.

    2. (__) Os gorilas vão fuçar em tudo e acabarão destruindo a tenda.

    3. (__) Os gorilas vão invadir sua tenda para se abrigarem.

    4. (__) Os gorilas vão estudar como foi que você construiu sua tenda e se organizar para construirem suas próprias tendas, talvez até pedindo ajuda a você, que afinal de contas possui o conhecimento necessário e pode partilhá-lo ou por boa vontade, ou por um acordo comercial mutuamente vantajoso.

    5. (__) Os gorilas vão acusar você de pilhar os recursos naturais da região, organizar o Partido dos Goriladores, obrigá-lo a construir universitendas com cotas para gorilas, instituir a lei da proteção dos gorilas contra a violência nas tendas, corromper os demais gorilas com o programa bolsa-tenda para se manterem no poder e doutrinar a população com o lema de que “quem não é gorila não tem motivo para ter orgulho”, exigindo que você, que não é gorila, sustente todo esse sistema porque tem uma “dívida histórica” com os gorilas porque os antepassados deles viveram na chuva.

    Minha vida na política

    Por muitos anos eu convidei os gorilas da montanha em que vivo a estudarem e se organizarem para construirmos tendas em conjunto. Porém, ao invés de dizer “boa idéia!” e espanar a chuva dos pelos, alguns  gorilas de pelagem vermelha me acusaram de peleguismo, reacionarismo, incompreensão do gorilismo histórico e outras bobagens.

    Os outros gorilas, impressionados com as lindas palavras e as metáforas de gorilobol dos gorilas vermelhos, ficaram encantados com as promessas de que tendas cairão dos céus para todos os gorilas se eles elegessem os gorilas vermelhos para administrar a montanha. E assim fizeram.

    O resultado é que, ao invés de oferecer educação e financiamento adequados para todos os gorilas construirem as próprias tendas, só o que os gorilas vermelhos encastelados no poder dão todo mês aos demais é uma bela de uma banana.

    Arthur Golgo Lucas – arthur.bio.br – 18/09/2011

    Comments

    comments

    4 comments to Uma tenda na montanha dos gorilas vermelhos

    • Gerson B

      As opções 2 e 3 são do MST (Movimento dos Sem-Tenda), não?

      • Hehehehe… nem tinha pensado nisso, mas é verdade. :-)

        Comecei pensando no que gorilas de verdade fariam, a idéia era contrastar com a opção n° 4… depois me dei conta de que os gorilas daqui tinham outra opção, a n° 5, e o resto do artigo surgiu espontaneamente. :)

    • Tenho a impressão de que isso surgiu da discussão sobre a propaganda “racista” da Caixa (pela qual, Machado estivesse vivo, agradeceria o branqueamento).

      • Não, não foi por aquilo… O artigo surgiu quando lembrei do dono de um estabelecimento comercial em Porto Alegre que andava reclamando que a prefeitura deveria tapar um buraco na rua pelo qual os clientes dele precisam passar para entrar no estabelecimento dele.

        Detalhe relevante: ele acaba de fazer uma reforma no prédio, mas não se deu o trabalho de despejar meio carrinho de brita, areia e cimento dentro do buraco (e cobrir tudo com uma chapa de compensado até secar) para resolver o próprio problema e de toda a vizinhança.

    Leave a Reply

     

     

     

    You can use these HTML tags

    <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>