Acabou o preconceito no Brasil?

O casalzinho gay estava de mãozinhas dadas na parada de ônibus. Conversavam baixinho, discretamente, alheios aos passantes. Não viram, portanto, o pequeno grupo de engravatados com Bíblias embaixo dos braços que se aproximou por suas costas. Por coincidência, beijaram-se quando o grupo chegou a menos de três metros.  Continue reading “Acabou o preconceito no Brasil?”

O trânsito neurotiza

A falta de educação no trânsito virou mesmo lugar comum? O assunto surgiu no artigo “por que vou morar no meio do mato?” e me deixou pensativo. Comecei a lembrar de algumas ocorrências recentes no trânsito e fiquei espantado não tanto com a má educação generalizada mas com o fato de que na maioria das vezes as pessoas pressupõem que há algo algo errado quando se deparam com a boa educação!  Continue reading “O trânsito neurotiza”

Recadinho rapidinho

Agora que terminou minha maratona de exames médicos o blog voltará às atividades normais, com bem mais movimento que nas últimas três semanas. Eu resolvi começar a viver novamente e a estréia foi no show do Roger Waters em Porto Alegre. THE WALL foi “O” álbum e “O” filme da minha adolescência (assisti 14 vezes no cinema). Foram mais de quatro horas na fila mais três horas de show. Estou exausto. Os comentários sobre o show e algumas fotos vão aparecer aqui em algum momento desta semana, caso alguma tenha ficado boa, mas hoje estou fora de combate. Abração a todos e até amanhã!  

Picaretagem aniquila credibilidade de pesquisa, aponta evidência

A Mônica volta e meia posta uns links muito doidos no Crônicas Urbanas. Desta vez ela postou o link do artigo “Comer brócolis e espinafre deixa as pessoas mais bonitas, aponta estudo“, publicado no Estadão online, e eu fui lá conferir. Pra quê.  Continue reading “Picaretagem aniquila credibilidade de pesquisa, aponta evidência”

Por que eu vou morar no meio do mato?

Peço licença a meus leitores para publicar um desabafo pessoal. Como muitos já sabem, estou na reta final para me desligar do serviço público e me mudar de uma capital de estado para uma aldeiazinha com três mil habitantes no interior de uma pequena cidade de interior, para morar em uma casinha de madeira no meio do mato a 2,5 km por estrada de chão batido do mercadinho mais próximo. A questão é: por quê? O que leva um intelectual gregário a desejar esse tipo de isolamento?  Continue reading “Por que eu vou morar no meio do mato?”

O apocalipse do petróleo (History Channel)

Vocês acham que eu sou pessimista? Vou provar que não. Assistam: 

Parte 1: http://www.youtube.com/watch?v=WbGp3N6Gl5w (10:58) 

Parte 2: http://www.youtube.com/watch?v=RTfom1uBJQk (10:49)

Parte 3: http://www.youtube.com/watch?v=K9K22kIxQww (10:46) 

Parte 4: http://www.youtube.com/watch?v=nf40mVwvxY0 (4:17) 

Parte 5: http://www.youtube.com/watch?v=BH7rN8WtqLE (8:06)

Acho que vou fundar o “Clube dos Paranóicos pela Sobrevivência”. 

Aceito sugestões para lemas melhores que “associe-se ou morra”.  

Arthur Golgo Lucas – arthur.bio.br – 12/03/2012 

– Doutora, eu quero amputar meu braço esquerdo!

De quem é a sua vida? De quem é a sua saúde? São suas ou do seu médico? Quem tem o direito de decidir se você vai ou não vai ingerir uma determinada substância? Quem tem o direito de decidir se você vai ou não vai realizar uma determinada cirurgia plástica ou modificadora do corpo? Quem tem o direito de decidir o que é melhor para você?

Essa é uma história de ficção. Continue reading “– Doutora, eu quero amputar meu braço esquerdo!”

Praga politicamente correta contamina CONAR

Desta vez o alvo é uma propaganda da cerveja Devassa. Nenhuma surpresa, claro. A praga politicamente correta já causou bastante estrago, mas a população só costuma perceber a enchente quando a água passa do umbigo e começa a ficar muito difícil caminhar contra a correnteza. Perde mais uma vez a inteligência e a criatividade e ganha a paranóia e a intolerância.  Continue reading “Praga politicamente correta contamina CONAR”