22 thoughts on “Sem explicação

  1. Acabo de perder 5 minutos e 54 segundos da minha vida! Pode aguardar que vai ter troco!

    1. Bom, o primeiro é interessante tanto pela incrível coordenação entre os ciclos quanto pela transição entre eles, sem falar da auto-recursividade, que foi muito bem explorada. E o segundo conta uma história estilo Spectreman com LSD, com enredo típico de ficção científica, com clonagens, combates com monstros e outras referências só que comprimindo duas horas de filme em dois minutos. Eu queria ver se surgia alguma análise. O Félix já deu o pontapé inicial. 🙂

      E o cara parece que só faz isso para mostrar que domina os efeitos. Tipo como neste vídeo aqui: http://www.youtube.com/watch?v=FavUpD_IjVY

  2. O LSD é muito foda.

  3. Faz tempo que leio este blog, mas jamais senti que poderia acrescentar qualquer coisa à discussão. Não agora! Cyriak, na minha opinião, é um gênio artístico, e se você acha estes vídeos estranhos, assista o “Something” dele. Obra-prima.

    1. Lucas, bem-vindo à caixa de comentários do Pensar Não Dói. Não tema expor sua opinião aqui, a favor, contra ou muito antes pelo contrário. 😉

      Já vi o “Something”… Não achei que seja o melhor vídeo dele. Aquele Cycles que postei me parece bem melhor concatenado e agradável para assistir.

  4. Eu gostei. Criativo, e bem caótico.

  5. Interpreto da minha maneira ou tem uma interpretação intelectual para isso?

    1. Li, o bom da arte é que ela é polissêmica e pluri-hermenêutica (ou seja, ela tem muitos sentidos, e pode ser interpretada de muitas formas).

    2. Ah, eu não achei os vídeos polisêmicos, eu achei policômicos. 🙂

      Hehehehe…

    3. Primeira vez que concordamos em algo sobre arte? 😛

    4. No dia em que alguém disser que o objetivo da arte é fazer sentido, eu procuro outra coisa.

    5. Não tenho o menor interesse pelo que não faz sentido. Se não faz sentido nem para a razão, nem para os sentidos, qual o sentido de sobrecarregar os sentidos sem sentido?

    6. Relaxar a mente daquilo que é estrito racional. Não somos 100% racionais, e por isso mesmo precisamos relaxar da racionalidade de vez em quando.

  6. Minha mente foi estuprada com esse vídeo das vacas.
    Violada sem meu consentimento…

    1. Eu não te obriguei a clicar. 🙂

    2. Devo sugerir que o leitor use camisinha para assistir os vídeos? 😛

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *