Há muitos anos eu tenho dito que não aprovo o uso da nudez em manifestações políticas. Um amigo naturista ficou furioso ao ouvir isso, porque acha que “toda ocasião propícia deve ser aproveitada para divulgar o naturismo”. O problema é que usar nudez em manifestações públicas para chocar e chamar a atenção não tem nada a ver com naturismo. 

Você identifica os quatro estereótipos doentios sobre a nudez representados na imagem?

Meu amigo me questionou com veemência, alegando que eu estava me colocando ao lado da repressão à livre expressão do corpo, que não tem nada errado com o corpo humano, que é um absurdo obrigar um ser humano saudável a se submeter à doença social, que eu nem pareço ser naturista, blá-blá-blá Whiskas Sachê, como se eu mesmo já não estivesse cansado de conhecer e divulgar cada um destes argumentos.

Raios.

É justamente porque não tem nada errado com o corpo humano que ele não deve ser usado como elemento apelativo para chamar a atenção para uma causa. Se o propósito da nudez é chocar e chamar a atenção, significa que o propósito dessa nudez não é naturista.

É justamente porque a relação do naturista com a nudez deve ser saudável que o naturista não deve perverter a nudez utilizando-a como arma para chocar e chamar a atenção, porque isso reforça os conceitos doentios que a filosofia naturista procura superar. 

Parece que os naturistas precisam ser freqüentemente lembrados da definição de naturismo adotada pela própria International Naturist Federation

“O naturismo é uma filosofia e um modo de vida em harmonia com a natureza, caracterizado pela prática da nudez social, com o objetivo de fortalecer o respeito por si mesmo, pelo outro e pelo meio ambiente.”

Usar a nudez pública para chocar e para chamar a atenção não é uma atitude em harmonia com a natureza humana, não favorece o respeito por si mesmo e nem pelo próximo. Simplesmente não é uma atitude naturista. 

Uma sociedade em que a nudez é comercializada como atração erótica, noticiada como esquisitice ou usada como arma política é uma sociedade doente. Se queremos tornar essa sociedade mais saudável, a primeira coisa a fazer é parar de colaborar com os padrões doentios que criticamos. 

Simplesmente viver de modo mais saudável e respeitoso. Creio que esta seria uma diretriz bem melhor para os naturistas criarem um movimento naturista mais coerente, com melhor aceitação pelo grande público e com maior potencial de contribuir para a formação de uma sociedade mais saudável. 

Arthur Golgo Lucas – arthur.bio.br – 06/08/2013

16 thoughts on “Nudez em manifestações políticas

  1. Hahaaha!!! Faça bom proveito com exibicionismo barato desde que não tenha pelancas e gordurinhas localizadas, pois sair peladão,nuzinho pelado com a mão no bolso, mostrando a bunda mole, é f$&a!!!
    Nessa brincadeira toda deturpa quem leva à sério o naturalismo.
    Do outro lado a burca, por aqui o pessoal saindo peladão. A humanidade está totalmente esquizofrênica.

    1. Alexandre, o naturismo é para todo mundo. Não faz diferença se a pessoa tem “pelancas, gorduras localizadas e bunda mole”. Bunda mole, no naturismo, só deveria chamar a atenção no sentido figurado. 😉

  2. Concordo com você. A cultura atual tem esse pensamento de que nu=erótico, assim esses protestos com pessoas nuas são muito mal interpretados e acabam só se tornando protestos só para protestar, sem cumprirem com algum objetivo como mudar a opinião do povo.
    Acho que se a comunidade naturista quer cumprir com seus objetivos deveria trazer esse assunto mais à tona, debatendo o porquê de as pessoas terem o direito de andarem nuas e os benefícios da prática naturista. Além de explicarem os males que uma sociedade que acha a nudez algo errado provoca:o impacto psicológico que isso causa nas pessoas, a valorização exacerbada do sexo,a desvalorização de relações normais com amor e carinho.

    1. É por aí. 🙂

  3. Em manifestações, via de regra, nudez é bom, nunosso é ruim.

  4. Evandro Telles de Oliveira

    06/08/2013 — 18:28

    De pleno acordo, muito bom os argumentos expostos e tenho a mesma opinião. Compartilho no facebook.

    1. Valeu, Evandro. Vejamos o que o pessoal naturista vai dizer.

  5. Nudez é natural.

    Mau gosto e baixaria não.

    Usar o corpo para afrontar o outro é coisa de gente que não sabe pensar.

    Parabéns!

    Pena que este assunto não vai bombar,rs.

    Assuntos que nos fazem refletir raramente são levados a sério.

    1. Pois é. Nem os naturistas se manifestaram. Complicado.

  6. Alexandre,nem todos os humanos possuem uma pele lisinha.

    Especialmente as mulheres que já tiveram vários filhos,e que são pobres.

    E com o tempo não existe um único humano que vai ter pele de vinte aos 8o,rs.

    Nossas limitações são fogo,né!

  7. Com certeza Li, basta ver que o pessoal está na maior fissura, fazendo plástica à torta direita. O pessoal que pratica naturalismo são disciplinados. Diferente dessa gente que tira a roupa só para fazer protesto. Que tal fazer isso quando tiver um frio de rachar como fazem as russas?
    Ninguém é obrigado a encarar num lugar público a nudez alheia, parece que eles esquecem do pudor alheio.

    1. Hehehehe… Olha só, Alexandre, essa é justamente a questão que os naturistas mais condenam. Como assim “Ninguém é obrigado a encarar num lugar público a nudez alheia”? Que direito deve ter um terceiro a me obrigar a me vestir porque ELE tem preconceitos quanto a sua própria estrutura corporal e não não sabe conviver com a visão de um simples ser humano?

      Se um marciano viesse à Terra e exigisse que todos andássemos de luvas, porque “mãos são pornográficas” na cultura dele, nós o mandaríamos pastar, porque se ele acha mãos “pornográficas” é problema dele.

      Os naturistas não acham nada no corpo humano pornográfico, indecente ou pudendo. O corpo humano é simplesmente o que nós somos – e não há nada de errado conosco. Os naturistas acham isso sim, que há alguma coisa muito errada com quem acha que o corpo humano ou parte dele deve ser obrigatoriamente coberto por ser ou representar algo intrinsecamente impróprio.

      Uma sociedade saudável seria uma sociedade em que ninguém se importaria com a exposição ou não do corpo humano, tanto quanto nós não nos preocupamos com o “pudor” de usar ou não usar um par de óculos.

  8. Mateus Folador (Fola)

    25/08/2013 — 16:02

    Arthur, quais são os tais estereótipos na imagem? Fiquei curioso…

    1. Arthur, quais são, afinal, os “quatro estereótipos doentios sobre a nudez” retratados na imagem?

      Vi esse artigo de novo hoje e notei que você não me respondeu.

  9. Olhe bem para a imagem,estão lá,rs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *