Estava eu assobiando e tocando flauta no Facebook quando tropecei no velho assunto “capitalismo x socialismo” de sempre. Fiz um comentário e surgiu um breve diálogo que me sugeriu algumas reflexões sobre ideologia, intolerância e amizade. Confira.

O Amigo da Onça

O diálogo (ou o barraco, como você preferir)

Eu não tenho mais paciência pra aturar esquerdista, então já entrei batendo: 

Como socialista/comunista/esquerdista (tudo a mesma porcaria) fala bobagem…

Pior é que eles acreditam mesmo nisso. :-/ 

Uma das interlocutoras respondeu o seguinte:

ahahahaha… deixa eu adivinhar? empresário? burguês? Com certeza n vai ao SUS, né? Nem seus filhos….tb n deve ter que dar aula em escola pública, na sua rua deve ter saneamento básico e ATÉ calçamento, estou certa??

Vcs vivem acomodados nesse mundo pq possuem privilégios q, nós, trabalhadores, n temos! Por isso acreditamos e lutamos! E vamos continuar a luta até n existir mais um de vcs no mundo..

Qt tempo isso vai demorar? N sei…mas enquanto vcs continuam estagnados achando tudo “lindo”, tem gente na rua lutando por uma sociedade melhor – pq essas pessoas vivem a REALIDADE e n o mundo “faz de conta” aonde vcs se escondem. 

(A separação em parágrafos eu que fiz.)

Minha resposta foi esta:

Pior do pior… Acreditam e destilam sempre o mesmo mimimi vitimista, invejoso e auto-declaratório de incompetência. 

Não, [Fulana], eu não sou empresário – ainda. Eu fui funcionário público por cerca de quinze anos e larguei aquele emprego porque viver no meio daquele mar de incompetência, desmandos e corrupção estava me matando. Hoje estou desempregado, sem ganhar um centavo e morando de favor na casa de parentes. Mas dentro de alguns meses serei um empresário burguês explorador da mais valia de pobres trabalhadores vítimas do sistema. 

Eu já dei aula em escola pública, larguei porque o salário seria sempre um lixo e porque o currículo não faz sentido. Eu já morei onde não havia saneamento básico e isso não foi problema algum porque basta não ser porco e ter dois neurônios funcionais para aprender como implantar uma fossa que não polui e perfurar um poço de onde tirar água limpa. Eu já morei onde não havia calçamento e isso não foi problema porque é extremamente simples aplainar um terreno e colocar uma calçada. 

Tu não estás lutando por uma sociedade melhor, tu estás lutando pelo direito de parasitar quem sustenta a sociedade. O socialismo/comunismo/esquerdismo é o regime dos medíocres invejosos. Sabes quantas cooperativas constam na lista das mil maiores empresas do mundo? ZERO. Porque esquerdista só sabe se organizar para parasitar quem empreende e produz, mas não tem a menor capacidade de empreender e produzir. Se dependesse dos esquerdistas para empreender e produzir, todos passaríamos necessidade – como aconteceu em TODOS os regimes socialistas/comunistas/esquerdistas da história.

Ela:

Isso sim é utopia!!! Achar que no capitalismo o burguês vai estar preocupado c o trabalhador…kkkk 

Eu:

O trabalhador não está preocupado com ele mesmo. Não estuda, não se qualifica, não gerencia sua própria carreira, não se organiza para empreender… Então, por que alguém deveria estar preocupado? 

A organização dos trabalhadores nunca é no sentido de “pessoal, vamos estudar, nos qualificar, nos esforçar, assumir as rédeas de nossas vidas, competir no mercado, mostrar para esses burgueses quem é que sabe produzir aqui”. Não, nunca é assim. 

A organização dos trabalhadores é sempre assim: “pessoal, é um absurdo a gente ganhar tão pouco, temos que ter salários melhores, temos que ter direito a férias, a décimo-terceiro, a plano de saúde, a seguro-desemprego, a isso, a aquilo… E os patrões que se virem para pagar tudo isso, porque eles nos exploram!”

Ela:

Arthur… vc é tão ignorante e pedante… q n me darei ao trabalho de debater com vc. Aliás, [Fulano] (meu amigo em cuja timeline rolou o papo) mt coisa faz sentido nas suas falas qd vejo o tipo de amigo reacionário q frequenta seu fb.

Eu:

Isso, [Fulana], não discuta com um empreendedor ignorante, pedante e reacionário. Prepare-se para trabalhar para ele. 🙂 

Ela:

PQP… vou até copiar e colar essa sua fala, q de tão bizarra, vai fazer com q alguns amigos meus se divirtam rs. É bom lembrar o tipo de gente q temos q enfrentar…e n devemos ter pena em momento algum…pobrezinhos.

Eu:

À vontade. Tudo que é publicado é público. 🙂

Eu de novo:

[Fulano], olha um exemplo da incrível capacidade de organização dos trabalhadores e da qualidade das soluções implementadas pelo governo do Partido dos Trabalhadores!

Minha Casa Minha Vida enfrenta problemas como contas não pagas, puxadinhos e tráfico

(Leiam! Vale a pena para conhecer a realidade do PBF!)

Meu amigo:

Não podia ser diferente.

Eu:

O Partido dos Trabalhadores está no governo federal há mais de uma década. Tem o Congresso Nacional inteiro nas mãos. Ocupou completamente o Supremo Tribunal Federal. Ou seja, não teria a menor dificuldade de promover linhas de financiamento megamonstruosas para cooperativas de trabalhadores se lançarem no mercado com condições muito mais favoráveis do que as empresas privadas tradicionais, “burguesas” e “exploradoras”. Por que eles não fazem isso?

A resposta óbvia é: simples, eles sabem que não funcionaria. Sabem que são incompetentes. Sabem que o coletivismo é uma fórmula de fracasso. Mas jogam para a platéia – seu imenso público de idiotas úteis – dizendo que o problema é a exploração e não a falta de capacidade e viabilidade de qualquer sistema coletivista.

Quando se tenta analisar isso pensando no PT e nos partidos de esquerda como partidos políticos, isso não faz muito sentido. Quando lembramos que na verdade essas organizações são quadrilhas criminosas com fachada legal, cujo objetivo é ocupar o Estado manipulando otários para se beneficiarem ao máximo, pelo máximo tempo que puderem, pouco importando se depois o país ficará em ruínas, tudo passa a fazer sentido.

Eu de novo:

Cara… Empreendedor com miolo tem que investigar a linha ideológica de quem se apresentar para emprego. Eleitor da esquerda tem que procurar emprego em empresa de esquerdista. Queria só ver quanto tempo duraria uma empresa só de esquerdistas, da presidência ao peão.  

Certo, [Fulana]? 🙂

Meu amigo: 

Nunca vi alguém de Esquerda que não deseje ser da cúpula. Ninguém quer estar com a enxada na mão ou trabalhando nas fábricas, nem querem isso para seus filhos ou netos. Todos querem ser no mínimo do Sindicato. Uma aldeia só com caciques não funciona. Socialismo com o fiofó do índio é refresco pros caciques… rss 

Ela: 

[Fulano], pelos seus comentários nesse post, tenho que admitir que: ou vc é mt ignorante (coisa q n me parecia) ou tão ingênuo ou babaca qt seu amigo aí…se a ultima opção for a correta, por favor, peço que n volte a entrar em contato. Obs: O post que fiz c o comentário infeliz do seu amigo bizarro, está publico na minha TL. Se tiver interesse em se informar melhor sobre a realidade fora dessa “bolha”, esteja à vontade. 

Esse é apenas um extrato do diálogo, porque muitas das mensagens que foram trocadas não interessam para meus propósitos em postar este artigo. 

As reflexões

Há tanto a comentar que eu vou ter que ser bem sucinto, para manter a coisa num tamanho razoável para um artigo em um blog. Mas poderemos estender a análise na caixa de comentários. 

1. Os critérios da esquerdista

Achei incríveis os critérios que ela usou para me classificar como inimigo a ser exterminado: ser empreendedor, não ter que depender do SUS, não ter que dar aula em escola pública, ter saneamento básico e ter calçamento na rua em que moro. Isso tudo seria sinal de ser “privilegiado” e portanto merecedor de aniquilação!

Fiquei pensando: mas em que mundo esses malucos vivem?

1.1. Desde quando conquistar um atendimento de saúde de melhor qualidade do que a porcaria que o Estado corrupto e ineficiente que eles mesmo administram oferece é sinal de “privilégio”? Ter um bom atendimento de saúde não é o que todo mundo quer? Faz sentido acusar alguém de ter conseguido conquistar por conta própria aquilo que o seu governo corrupto e incompetente não garante para ninguém? 

Se eles não fossem corruptos e incompetentes, depois de mais de uma década no governo, com o Congresso Nacional e o STF na mão, já não era para terem promovido um imenso avanço na qualidade de vida da população? 

E, se alguém que recorre à saúde privada é privilegiado e merece ser aniquilado, então que tal o PT e a esquerda começarem por aniquilar os burgueses inimigos do povo conhecidos por Luís Inácio Lula das Silva e Dilma Roussef, que ao invés de usar o SUS correram para o Hospital Sírio Libanês quando ficaram doentes, um hospital privado e caríssimo, inacessível para a maioria da população? 

1.2. Desde quando ter saneamento básico e calçamento na rua em que se mora é privilégio? Estes são direitos básicos garantidos pela Constituição Federal de 1988, aquela que o Partido dos Trabalhadores não assinou quando foi promulgada e que não está cumprindo no poder.

Se há brasileiros que não têm nem sequer este mínimo, é culpa do governo da esquerda, que já torrou mais de 22,5 bilhões de reais em circo para se autopromover ao invés de investir esse dinheiro na saúde do povo brasileiro.

Um governo amigo do povo perpetraria uma inversão de prioridades tão cruel, investindo em entretenimento ao invés de saúde, sabendo que há gente sofrendo, ficando aleijada e morrendo nas filas dos hospitais? 

Custo da Copa do Mundo de 2014

Fonte: Folha de SP.

1.3. Desde quando “estar na rua” significa “estar lutando por um mundo melhor”? Desde quando estar na rua promovendo quebradeiras e exigindo que os outros façam alguma coisa é lutar por um mundo melhor?

Na minha cabeça ignorante, pedante e reacionária, lutar por um mundo melhor é fazer alguma coisa para tornar esse mundo melhor, não é pedir para os outros fazerem algo para tornar o mundo melhor, nem impor leis que obriguem os outros – sempre os outros – a fazer alguma coisa para tornar o mundo melhor. 

Quem luta por um mundo melhor é quem estuda, se qualifica, trabalha e produz ciência, tecnologia, mercadorias e serviços para que as pessoas vivam melhor. 

Quem luta por um mundo melhor é quem cria, promove e oferece idéias, organizações e sistemas de adesão voluntária para que as pessoas tenham opções de escolha nas mais diversas áreas de sua vida. 

Quem luta por um mundo melhor é quem promove a liberdade, a autonomia, a multiplicidade de oportunidades de crescimento para os que decidem e se comprometem com o próprio desenvolvimento. 

Já os esquerdistas se caracterizam por premiar o desqualificado e punir o qualificado, por limitar as opções pessoais e reduzir a liberdade individual, por exigir adesão forçada e submeter todos ao controle do Estado. 

2. Inexistência de argumentos

Procure nas palavras da esquerdista um único argumento. Ela me chamou de burguês, acomodado e estagnado, depois disse que eu vivo num mundo de faz de conta, depois me chamou de ignorante, pedante e reacionário, depois me chamou de ingênuo e babaca e depois saiu da conversa. Só. 

Depois de dizer que vai lutar para me aniquilar e a todos iguais a mim, de me ofender de diversos modos e de dizer que não dá pra ter pena de gente como eu, ela abandonou o debate, achando que está cheia de razão. 

3. Exigência de submissão ou ostracismo

Depois de demonstrar sua total incapacidade de sustentar um debate civilizado e de bancar o pombo enxadrista, a esquerdista se dirigiu a meu amigo e apresentou um ultimato: se ele quiser aprender a pensar como ela, pode fazer contato, caso contrário, ele não deve mais procurá-la. 

Você se lembra-se de meu recente artigo intitulado “Basta! – Ou: a gota que faltava“? Consegue perceber o padrão? Os exemplos se acumulam. É assim que a esquerda age: ou você se submete a pensar exatamente como eles, ou deve ser condenado. Eles são extremamente intolerantes. 

Conclusão

Gente que idolatra a ideologia de cupinzeiro pensa e age sempre do mesmo jeito: ou você pertence à colônia, ou é inimigo; ou você se submete à ideologia deles, ou tem que ser aniquilado, ou você pensa como eles, ou não fala mais com eles. 

Observe o vocabulário que eles mesmos usam: esquerdistas não têm amigos, eles têm “companheiros”. Você só tem valor se e enquanto for um membro leal ao grupo deles.

“Vamos continuar a luta até não existir mais um (único) de vocês no mundo.” Isso inclui você. 

Arthur Golgo Lucas – arthur.bio.br – 17/01/2014 

 

82 thoughts on “Gente que não é amiga de ninguém

  1. Claudio ricardo santos

    25/01/2014 — 23:13

    “Isso sim é utopia!!! Achar que no capitalismo o burguês vai estar preocupado c o trabalhador…kkkk”

    Esse lance de botar a gestão na mão do povo não quer dizer nada. Isso é uma mera ideia idílica. Não tem fim prático nenhum.

    1. Ei… Faz todo mundo parte da mesma cultura… “Burguês” e “trabalhador” pensa tudo do mesmo jeito… Troca eles de posição e continua tudo igualzinho, sem tirar nem pôr.

      Isso significa que esse mesmo “trabalhador” é simplesmente um cara que não teve chance ou competência de explorar ninguém, mas que o faria se pudesse.

      E que os líderes dos partidos dos trabalhadores e dos explorados e dos miseráveis também são iguaizinhos, só que inventaram outra estratégia pra se dar bem.

      No fundo, no fundo, é tudo a mesma bosta obscurantista.

      Só o iluminismo pode fazer alguma diferença.

  2. Claudio ricardo santos

    26/01/2014 — 08:18

    Falácias sobre o capitalismo

    1. “Nelson II – A Missão” 😛

    2. Meu nome é Legião!

      (Vale pros dois lados, mas reconheço que há mais demônhus canhotos).

  3. Claudio ricardo santos

    27/01/2014 — 08:31

    6 Fatos que seu Professor Esquerdista não te Contou

    http://www.porcocapitalista.com.br/2014/01/6-fatos-que-seu-professor-esquerdista.html

  4. Claudio ricardo santos

    27/01/2014 — 08:36

    Quando é que vamos ver cenas lindas como essa em países latinos americanos?
    http://www.youtube.com/watch?v=Fspyx7R1SVM

  5. Claudio ricardo santos

    27/01/2014 — 08:45

    FOI APROVADA NA POLÔNIA UMA LEI QUE IGUALA OS SÍMBOLOS DO COMUNISMO AO NAZISMO
    http://brunotoscano.blogspot.com.br/2013/11/foi-aprovada-na-polonia-uma-lei-que.html

  6. Claudio ricardo santos

    27/01/2014 — 08:49

    Acho que as postagens sucessivas em divulgar crimes dessa ideologia é que mais representa um blog de direitos humanos. Arthur, coloca tudo em umas postagem só..

    1. Não adianta saturar, Nelson. Ou Cláudio Ricardo. Ou sei lá quem. O pessoal não lê os textos nem assiste os vídeos quando eles são apresentados em lotes que constituam propaganda ideológica evidente. C’est la vie.

  7. Claudio ricardo santos

    27/01/2014 — 20:32

    “Arthur… vc é tão ignorante e pedante… q n me darei ao trabalho de debater com vc.”

    O maior ignorante é aquele que aplica a mesma formula seguidas vezes esperando por resultados diferentes. Que apoia todo o tipo de medida absurda que nunca deu certo.

  8. Claudio ricardo santos

    27/01/2014 — 20:36

    ” mt coisa faz sentido nas suas falas qd vejo o tipo de amigo reacionário q frequenta seu fb.”

    Você deveria ter dito a ela, esqueceu faXista, machista e anti ambientalista. 🙂

  9. Claudio ricardo santos

    28/01/2014 — 09:17

    Arthur: vc deveria manda isso pra ela:

    decálogo de Lenin:
    1. Corrompa a juventude e dê-lhe liberdade sexual;
    2. Infiltre e depois controle todos os veículos de comunicação em massa;
    3. Divida a população em grupos antagônicos, incitando-os a discussões sobre assuntos sociais;
    4. Destrua a confiança do povo em seus líderes;
    5. Fale sempre sobre Democracia e em Estado de Direito mas, tão logo haja oportunidade, assuma o Poder sem nenhum escrúpulo
    6. Colabore para o esbanjamento do dinheiro público; coloque em descrédito a imagem do País, especialmente no Exterior e provoque o pânico e o desassossego na população;
    7. Promova greves, mesmo ilegais, nas indústrias vitais do País;
    8. Promova distúrbios e contribua para que as autoridades constituídas não as coíbam;
    9. Contribua para a derrocada dos valores morais, da honestidade e da crença nas promessas dos governantes, nossos parlamentares infiltrados nos partidos democráticos devem acusar os não-comunistas, obrigando-os, sem pena de expô-los ao ridículo, a votar somente no que for de interesse da causa;
    10. Procure catalogar todos aqueles que possuam armas de fogo, para que elas sejam confiscadas no momento oportuno, tornando impossível qualquer resistência à causa.

    1. Nelson, não precisa fazer propaganda anticomunista aqui no blog… É chover no molhado.

  10. Claudio ricardo santos

    28/01/2014 — 15:47

    “Nelson, não precisa fazer propaganda anticomunista aqui no blog… É chover no molhado.”

    Claro, a maioria que frequenta são petistas e partidários do comunismo e sonham com gulags. 🙂

    1. Isso.

      É um bando de cripto-comunistas a serviço do governo mundial da ONU, impulsionado pela estratégia do ambientalismo alarmista promovida pelo movimento gayzista mundial.

      Cuidado, ler o que essa turma escreve pode causar perturbação mental grave, com o afloramento de tendências naturebas, viadísticas e esquerdóides, como comer brotos de alfafa sobre o peito do Luiz Mott pelado enquanto recita trechos do Manifesto Comunista.

      É contagioso! Foge!

  11. Véio, se ainda colocar na alfafa um pentelho de uma virgem feminista e sangue de um afrodescendente (pelas cotas do ritual satânico), Stalin pessoalmente renasce do Inferno…

    1. HAHAHAHAHA!!!!!!!

  12. Claudio ricardo santos

    28/01/2014 — 21:12

    “É um bando de cripto-comunistas a serviço do governo mundial da ONU, impulsionado pela estratégia do ambientalismo alarmista promovida pelo movimento gayzista mundial. ”

    Isso é vastamente documentado, não é achismo,inclusive vc pode encontrar vários videos dos próprios integrantes da NOM falando sobre isso no youtube, Soros, David rockfeller e cia.

    1. Vastamente documentado está o fato de que eu não tenho mais paciência para aturar esse tipo de estupidez no meu espaço.

      Comentários deste tipo ou em defesa de qualquer estupidez ao estilo Merda Sem Máscara serão doravante deletados sem nenhuma preocupação com acusações do tipo “isso é intolerância” ou “cadê o respeito à liberdade de expressão”.

      A internet é bem grande, tem espaço para todo mundo dizer o que bem entender. Mas este espaço quem paga sou eu e aqui não vai se criar propaganda obscurantista.

      Vai procurar tua turma.

  13. Claudio ricardo santos

    28/01/2014 — 21:27

    Vou resumir o que acontece hoje, a esquerda diz para os pobres vc não vai conseguir, vc é explorado e precisa da gente etc. Ai eles começam a criar dificuldades para o pobre ascender socialmente. Taxa os empresários de tal forma ao ponto que torne dificil gerar emprego para os pobres e depois dizem para os pobres que precisam da ajuda do estado. E quem é o aliados da esquerda, as grandes empresas, aquelas que conseguem se manter com altos impostos e regulamentações, os podres intermediarios são minados, pois nãoa aguentam a burocrácia ou quebram ou são compradas e as pequenas empresas não conseguem lucrar ao ponto de crescer e se tornar uma ameaça e quem ganha com isso as grandes corporações que dominam o mercado e esquerda que aumenta o poder através de assistencialismo que não tem nada a ver em ajudar os pobres, pois isso não deu certo em nenhum lugar do mundo. Isso sae chama fascismo, onde meia duzia de empresários escolhidos pelo governo comandam e o governo cada vez mais usa meios policiais e controle na população.Nós já vivemos sobre esse sistema.

  14. Oferta Especial! Carapuças grátis para todos (1):
    http://analisereal.files.wordpress.com/2014/01/autoritarismo.png

    1. Oferta Especial! Carapuças grátis para todos (2):
      http://analisereal.files.wordpress.com/2014/01/types_of_libertarian1.png

    2. So am I a kind of terrified missionary briefly tempting Gunner Joe, hunh? 😛

    3. Nem tinha vissto o Gunner Joe, mas o outro me faz lembrar você. Tem tudo a ver mesmo 🙂 !

  15. Gente que não sabe fazer amizade,tem as pencas,em todos os seguimentos da sociedade.

    Esquerdista ou direitista…e ainda tem o centrão,rs.

    1. Não confundir o Centrão do Congresso Nacional com o Centro político de fato, hein? São bem diferentes!

  16. Postado ontem no face pelo Olavo:

    Quando você tiver 67 anos, a vista já falhando um pouco, e, sem uma única secretária para ajudá-lo, tiver de escrever artigos, preparar aulas, corrigir originais para impressão, responder a centenas de mensagens por e-mail e Facebook, e em volta de você houver centenas de jovens desmiolados e odientos ciscando errinhos reais ou aparentes em seus programas de rádio, cobrando de você ações de trinta ou quarenta anos atrás das quais você mal se lembra, dando às suas palavras as interpretações mais maliciosas, confusas e difíceis de esclarecer, pulando, rosnando e rindo como hienas e jurando fazê-lo em pedaços tão logo consigam pegá-lo de jeito, quero ver você continuar educadinho e não dizer nem mesmo em voz baixa: Vão tomar no(s) cu(s).

    1. Hehehehe… É, a estratégia do Olavão tem seus reveses.

  17. vc reclamou da moça pelo mesmo tratamento q me foi dispensado algumas vezes, qdo procurou desqualificar meus comentários ao tentar me associar (sem me conhecer) a pessoas ou grupos devidamente demonizadas no seu discurso: “olavetes” e afins. se em vez de debater o comentário, força uma rotulação simplista e indevida, para dar o tema por finalizado como se seu juízo de valor fosse absoluto e ponto pacífico, então não há o q discutir e o suposto espaço aberto para debate no blog é só um jogo de cartas marcadas entre compadres com elogios cruzados aos seus pontos de vista relativamente alinhados (e o único aceito pelo grupo). mas pelo menos não jurou lutar até minha extinção, pelo q agradeço 😉 não quero reabrir velhos tópicos, só não pude deixar de comentar pela semelhança da situação. não é bom tentar adivinhar como alguém q vc não conhece é, para enquadrar rapidamente em modelos-padrão.
    apesar do seu discurso anti-esquerda sincero e de suas boas intenções, vc presta bons serviços à esquerda ao seguir uma linha de raciocínio míope q equipara moralmente esquerda e direita e aparentemente atribui a ambos o mesmo grau de progresso. vc tende a culpar a direita por problemas q são consequencias de política de esquerda, e, enquanto for dessa forma, não posso deixar de entender seus motivos qdo vc se mostra farto de ideologias mais tradicionais e procura um rótulo novo e virginal na politica contemporanea, q não pode ser culpado por nada de ruim, pregando as maiores promessas de mudança, de ética e felicidade, tal qual o paraíso comunista idealizado q justificou e justifica tanta crueldade e injustiça. sugiro humildemente q em vez de aspirações sem dizer exatamente como pretende chegar lá, seja mais claro e prático, apontando qual o modelo real q condiz com seu ideal, qual o país q vc entende ser um exemplo a ser seguido, e com q alterações propõe ao brasil. um braço de um amigo e apreciador seu

    1. Para o Arthur:
      Olha, apesar de ele escrever sem maiúscula. Apesar de ele ser de direita. Apesar de ele acusar os comentários do seu blog de serem povoados por elogios cruzados (minha opinião: naturalmente tem mais comentários que concordam que discordam, e é mais desconfortável discordar que concordar, mas tem espaços muito piores nesse sentido, aqui se pode defender qualquer opinião praticamente se você escrever bem e não for agressivo). Apesar de antes de ler ter achado que o comentário não valeria a pena. Eu me vejo concordando com ele no que concerne às suas visões de política.

      Para o Luis:
      Veja bem: há espaço para discordância nesse blog! Tente fazer isso naqueles blogs libertários, ou feministas… É muito pior. Claro que tendem a vir pessoas aqui que concordam com o Arthur. Claro que por isso não é tão confortável discordar. Mas o ambiente é relativamente bom.

    2. Luís, Luís… Se o espaço aberto para debate no Pensar Não Dói fosse um jogo de cartas marcadas, ou haveria moderação prévia dos comentários, ou muitos comentários seriam deletados, coisas que não acontecem e que podem ser *testadas*: a primeira pode ser testada simplesmente postando e verificando que raramente um comentário segue para a fila de moderação a não ser que contenha mais de dois links, o que é padrão do WordPress para evitar spam; já a segunda pode ser testada assinando o feed de comentários e conferindo o número de comentários do feed com os que restam no blog (descobrirás que rarissimamente o número será diferente).

      Eu gosto de elogios, claro, eles fazem muito bem para o ego. Mas acho que eu começaria a postar letra de funk proibidão só para provocar alguma crítica se eu SÓ recebesse elogios. O melhor mesmo é quando as pessoas expresam suas opiniões e debatem comigo e umas com as outras. Isso é que faz a alegria de um blogueiro.

      Eu não equiparo moralmente a direita e a esquerda. A direita é um lixo, mas a esquerda é um lixo tóxico e radiativo. Há diferenças. É como no filme “Alien x Predador”. O Predador é a direita, um bicho feio como um furúnculo espremido e um assassino desgraçado, mas a esquerda é o Alien, um bicho muito mais assassino e muito mais desgraçado com o qual não há a menor possibilidade de diálogo. Na presença do Alien da esquerda, o Predador da direita chega a parecer bonitinho. Dá até para fazer acordos com ele, para preservar interesses mútuos. Mas, depois de nos livrarmos do Alien, é um aperto de mão e voltamos à disputa. O Alien nem apertaria minha mão, morderia direto. Portanto, eu reconheço, sim, mais mérito na direita do que na esquerda. Até a página 3, só, mas reconheço.

      Eu não procuro um rótulo virginal, eu proponho uma política iluminista, ou uma benchmark politik, já discutidas no blog, embora não ainda na profundidade que eu desejo. Isso deve ficar para logo depois de 31/10/2014, quando se completará um ano de um insight terrível que eu tive e que me fez perceber que a democracia é uma farsa muito pior do que eu imaginava. Isso será esclarecido em breve.

      Finalmente, talvez eu possa ser acusado de muita coisa, mas não de esconder o jogo: o modelo real mais próximo do meu ideal é o liberalismo social e os países que eu entendo serem modelos a serem seguidos são os primeiros colocados nos rankings de qualidade de vida, liberdade e menor corrupção. Normalmente são chamados países nórdicos (menos a Suécia, que tenho certeza que vai atravessar uma grave crise nos próximos vinte anos), os dois maiores da Oceania, mais Singapura.

      Ah, sim… Se és olavete ou direitista, eu prometo, sim, lutar até a tua extinção… Através da implantação de um sistema político, econômico e educacional tão bom, mas tão bom, mas tão bom, que vais deixar de ouvir as abobrinhas do Olavão e dos direitosos e vais me dar razão voluntariamente e com muito gosto. 😉

  18. para o elvis:
    apesar de não saber se é homenagem a presley ou costello, apesar de ter implicado com minhas minúsculas, claro que não afirmei não haver espaço para discordância no blog, para defender e manter esse espaço foi que pedi cuidado para evitarmos generalizações apressadas, claro q julgo o ambiente aqui muito bom

    1. Desculpa se eu soei agressivo. Meu sentimento e intenção foram de apreciação. Achei você sensato e até concordo com algo que você disse. E meu nome é Elvis 🙂

    2. Olhem aqui vocês dois… Se começar a acontecer ajuntamento de direitoso aqui pra me detonar, eu vou enforcar um com as tripas do outro, hein? 😛

  19. mais um querendo me matar… entre na fila, por favor
    o q dizer…vc quer culpar os ricos, então culpe os ricos e seja feliz assim, parabéns pela originalidade.
    capitalismo não faz ninguém explorar ninguém, pelo contrário tem a ver com associações livres e com meritocracia, mas não é um conceito q a subversão não consiga manipular, distorcer e encontrar quem compre.
    vc culpa o capitalismo pela falta de valores pessoais, como falei, está bem, se isso lhe faz feliz, q seja, continua fazendo um ótimo favor a esquerda.
    apesar do foco das esquerdas ser dominar os estados unidos, como já estão fazendo tão bem, por seu poder e influencia global, não tem nenhum país mais de direita no mundo real do q países asiáticos em q o comunismo é proibido por lei, como singapura e coréia do sul. se singa é um exemplo pra vc, me parece contraditório. já comentei sobre singapura aqui e da sua parte, não havia tom de admiração, na ocasião, se não me falha a memória.
    seja qual for o ícone q quiser usar para quem preza a liberdade econômica e política, predador, anti-cristo, nazista, satã, o q for, é fato q estamos em grande minoria em termos de militantes e de simpatizantes nas mentes e corações da opinião pública nacional e global, então, levando isso em conta, não faz sentido abrir guerra em duas frentes. ainda mais qdo o expoente máximo no mundo real vc encara como exemplo a ser seguido e o extremo, anarcocapitalismo, não existe, nunca existiu e não há a menor expectativa séria de implementação em lugar algum, quanto mais neste fim-de-mundo. abraços

    1. Luís, este artigo é sobre a conduta dos esquerdistas/socialistas/comunistas/esse-lixo-todo. E é bem claro ao criticar tudo isso de maneira aberta e forte. Mas eu não vou cair na burrice de achar que todo inimigo do socialismo é meu amigo. Isso é uma falácia. O inimigo do meu inimigo pode ou não ser meu amigo. Muitas vezes é simplesmente outro tipo de inimigo.

      Eu não sou de direita, nem sou capitalista. Eu já era crítico da direita e do sistema capitalista muito antes de conhecer a esquerda e o socialismo, e continuo assim. Minha atual fase de crítica focada na esquerda é devida ao fato de a esquerda ser o grande perigo da vez. Se a esquerda sair do governo amanhã, imediatamente eu assumirei uma postura crítica ao novo governo.

      O que eu não vou fazer, obviamente, é cometer a loucura de dizer que, para resolver os problemas trazidos pela direita, seria interessante ou aceitável conduzir a esquerda de voilta ao poder. Nada disso. Como eu disse antes, a esquerda é o Alien, a direita é o Predador. Com o Alien não há diálogo possível. Com o Predador dá para tentar conversar. Tentarei.

      Quanto ao capitalismo ser culpado pela falta de valores pessoais, isso é uma grande verdade. A esquerda e o socialismo pervertem os valores morais por um lado, a direita e o capitalismo pervertem os valores morais pelo outro lado. Não temos que ter nem economia planejada nem livre mercado. As duas coisas são perniciosas e não atendem o interesse das pessoas.

      Eu disse em algum lugar aqui no blog que a partir do início de novembro eu devo postar algo sobre direita, esquerda e centro. Falta pouco para chegar novembro. Tenho algumas coisas para ler e escrever antes daquilo, mas acho que ainda em novembro isso ficará resolvido.

      Singapura tem aparecido consistentemente no topo dos rankings de liberdade, qualidade de vida e não-corrupção. A Coréia do Sul ainda não. Por isso recentemente eu tenho citado Singapura e não a Coréia do Sul. Eu mudo de idéia quando as evidências me mostram que eu devo mudar de idéia.

      E, veja bem, os “expóentes máximos que eu acho que devem ser seguidos” são um conjunto de países heterogêneos, mas que despontam como primeiros colocados nos rankings de liberdade, qualidade de vida e não-corrupção. Eu costumo citar Dinamarca, Noruega, Finlândia, Islândia, Holanda, Bélgica, Luxemburgo, Alemanha, Áustria, Canadá, Austrália, Nova Zelândia e Singapura. Não tem nenhum socialista no grupo. E os mais capitalistas do grupo todos possuem alto grau de cidadania, não há nenhum anarco-capitalista ou coisa parecida no grupo, nem tendente a isso. O mais extremo de todos ainda é Singapura… E também é aquele sobre o qual eu conheço menos, tenho me baseado apenas nos rankings para citá-lo.

  20. a propósito, elvis, vc não foi agressivo, mas tb não respondeu a quem seus pais homenagearam.
    quanto ao final do comentário, por fim-de-mundo, leia-se país da bolsa-miséria, bolsa-criminoso condenado, bolsa-usuário abusivo, e demais lugares afins.

    1. Isso é que estraga… Não existe bolsa-criminoso. Informe-se melhor. Isso se trata de uma regulamentação trabalhista.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: