Poema supostamente escrito por uma criança com uma doença terminal. 

Dança Lenta

Dança Lenta

Alguma vez você já viu
Crianças brincando de roda?
Ou ouviu o som da chuva
Batendo no chão?
Já seguiu o voo errático de uma borboleta?
Ou olhou para o sol dando lugar à noite?
É melhor desacelerar,
Não dance tão rápido.
O tempo é curto
E a música acaba.
Você passa batido
Por cada dia?
Quando você pergunta: como vai você?
Ouve a resposta?
Quando acaba o dia,
Você se deita em sua cama
Com a próxima centena de tarefas
Percorrendo sua cabeça?
É melhor desacelerar.
Não dance tão rápido.
O tempo é curto,
E a música acaba.
Alguma vez disse a seu filho,
Pode ser amanhã?
E, na sua pressa,
Percebeu a tristeza em seu rosto?
Já perdeu contato
E deixou morrer um amigo
Porque nunca teve tempo
De ligar e dizer “oi”?
É melhor desacelerar.
Não dance tão rápido.
O tempo é curto,
E a música acaba.
Quando você corre para chegar a algum lugar
Perde metade da graça em chegar lá.
Quando se preocupa e atropela seu dia
É como um presente que vai pro lixo sem ser aberto.
A vida não é uma corrida
Vá devagar.
Ouça a música
Antes que ela acabe.

2 thoughts on “Dança Lenta

  1. http://www.viagemlenta.com/p/danca-lenta.html
    Nas referências em português, ele é atribuído a uma menina com câncer em estado terminal nos USA. Intrigado e cético que sou com lendas da internet, procurei outras referências e encontrei que essa informação é um hoax, criado inicialmente para arrecadar fundos para uma instituição através do envio de spams para estimular o compartilhamento de e-mails. Em sites mais confiáveis, a criação do poema é atribuída a David L. Weatherhead, psicólogo e escritor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *