Não seja tolerante, seja metatolerante. Ser indiscriminadamente tolerante é contraproducente, pois aumenta a intolerância. Ser indiscriminadamente tolerante não é sabedoria, é comodismo e fuga de responsabilidade. 

METATOLERÂNCIA

Se você deseja ser coerente em sua ação no mundo, tem que agir de modo lógico. Guiar-se por wishful thinking e fórmulas prontas que não exigem discernimento e entendimento das conseqüências imediatas e mediatas de seus atos é um método perfeito para produzir o oposto do que você quer. 

Se você deseja que o mundo se torne mais tolerante, é necessário ser intolerante com a intolerância. Isso tem que ser compreendido em profundidade. Para buscar esta compreensão, vamos fazer um exercício intelectual. 

Vamos imaginar quatro cenários hipotéticos, correspondentes às quatro linhas da tabela-verdade da metatolerância, em cada um dos quais a Skynet envia alguns milhares de Exterminadores do Futuro programados para derrubar o governo e instalar a oposição no governo. 

Cenário 1

Os Teletubbies são o governo mundial. Os Predadores são oposição. 

O governo promove cidadania, planta flores e cria coelhinhos. 

A Skynet é tolerante. Olha em volta, está tudo bem, não se mete. 

Cenário 2

Os Predadores são o governo mundial. Os Teletubbies são oposição. 

O governo usa os humanos como alimento para criar Aliens. 

A Skynet é tolerante. Olha em volta, está tudo mal, dialoga… 

Cenário 3

Os Teletubbies são o governo mundial. Os Predadores são oposição. 

O governo promove cidadania, planta flores e cria coelhinhos. 

A Skynet é intolerante. Extermina os Teletubbies, empossa os Predadores. 

Cenário 4

Os Predadores são o governo mundial. Os Teletubbies são oposição. 

O governo usa os humanos como alimento para criar Aliens. 

A Skynet é intolerante. Extermina os Predadores, empossa os Teletubbies. 

Análise

No cenário 1, os humanos estão bem e continuam bem. 

No cenário 2, os humanos estão mal e continuam mal. 

No cenário 3, os humanos estão bem e ficam mal. 

No cenário 4, os humanos estão mal e ficam bem. 

Isso acontece porque, em relação à tolerância e à intolerância, ser tolerante mantém a tendência, enquanto ser intolerante inverte a tendência. 

Adotar uma postura indiscriminadamente tolerante, portanto, não leva a um aumento da tolerância, mas a simples manutenção do status quo

Adotar uma postura indiscriminadamente intolerante, por outro lado, leva à desestruturação do sistema, porque nega constantemente o status quo e produz intensa permanente instabilidade. 

Conclusão

A única postura que permite perseguir um objetivo em relação ao nível de tolerância de um sistema é a metatolerância, ou seja, a definição do objetivo de aumentar a tolerância do sistema e a conseqüente adoção da postura adequada segundo a tabela-verdade da metatolerância: ser tolerante com os tolerantes e intolerante com os intolerantes

Todavia, metatolerância requer discernimento para identificar se as posições são tolerantes ou intolerantes e reagir de modo coerente e conseqüente, coragem para combater implacavelmente a intolerância e resistir tanto às acusações ingênuas quanto às mal intencionadas quanto a seus reais propósitos e honestidade intelectual para não justificar a omissão e o imobilismo de conveniência como se fossem tolerância nem agir de modo abusivo alegando falsamente que o interlocutor ou o adversário é que são intolerantes. 

É simples, mas eu nunca disse que era fácil. 

Arthur Golgo Lucas – arthur.bio.br – 22/08/2014 

Outro texto sobre metatolerância, com exemplos reais: clique aqui.

14 thoughts on “METATOLERÂNCIA

  1. O complicado aqui é decidir quem é Teletubie e quem é Predador. Na visão de uns, o PSDB é um partido de Predadores e os do PT são ursinhos carinhosos. Na visão de outros, os do PT são os predadores e o PSDB é um partido de teletubies… etc, etc…

    Como separar o vilão do mocinho é que é difícil. Na vida real, a coisa é mais para Game of Thrones, não existe vilão nem mocinho, todos são ruins e bons ao mesmo tempo.

    Veja São Paulo, governado pelo PSDB há 20 anos. A cidade continua um lixão. Imagina essa cambada governando o país!

    1. Emerson, por isso mesmo eu disse no fim do artigo que é necessário discernimento. Para quem tem pelo menos dois neurônios funcionais, sacar que PT e PSDB são dois lixos não é difícil. Ambos já administraram o país com amplo apoio do Congresso Nacional e o país continua um inferno. Mas este assunto transcende questões partidárias.

      Eu nunca vou esquecer aqueles esquerdistas pervertidos que impediram a Yoani Sanchez de dar uma palestra. Eles alegaram que calar a Yoani com vaias e palavras de ordem era liberdade de expressão, mas a polícia retirá-los dali para garantir a liberdade de expressão da Yoani seria uma violação de sua liberdade de expressão.

      Se eu fosse a Yoani, jamais teria desistido de falar. Teria chamado a polícia para garantir meu direito. E, se eu fosse policial, teria garantido alegremente o direito da Yoani falar. Muito alegremente. Bem no espírito de ser intolerante com a intolerância.

    2. Eu acho fácil, embora desagradável, distinguir entre o PSDB e o PT. É uma escolha entre a merda e a bosta. A merda é ruim, mas como é mais sólida, a gente consegue manter a cabeça de fora com algum esforço. Já a bosta é mais mole, e a gente afunda de vez. O PSDB é a merda, administra mal, tem corrupção, mas não está tentando levar o Brasil pro Çossialyzmu. O PT está, alem de se aliar a ditaduras e apoiar abertamente condenados por crimes. E é só a gente olhar pra Venezuela pra ver que ainda tem muito espaço pra piorar.

    3. Venezuela? Adoro gente otimista!

      Olha para a ditadura dos Castro, amigos do PT.

      Olha para a tirania do Putin, que criminaliza a homossexualidade, financia terroristas que derrubam aviões civis e anexa território à força, defendida abertamente pelo PT.

      Olha para a Coréia do Norte, que pratica crimes contra a humanidade, prende as famílias dos acusados de “alta traição” (discordar da ditadura), tortura os prisioneiros políticos e os mata de fome ou joga para os cães estraçalharem, defendida e incensada pelo PC do B, aliado histórico do PT, sem que o PT abra o bico para fazer uma única crítica. O mesmo PT que quer meter na cadeia quem fizer piadas de mau gosto no Brasil.

      Todo mundo sabe disso.

      Portanto, não existe um único petista inocente.

      Quadrilha criminosa do Diabo!

  2. Eu ia comentar, mas as lágrimas de tanto rir, que o Gerson B provocou com o seu comentário, me impediram de enxergar as teclas! 😀 😀 😀

    1. Bom, por enquanto ainda temos disponibilidade de lencinhos de papel nos supermercados e farmácias, então esse problema ainda pode ser solucionado.

      O que me assusta é o nível de desgraça a que temos que descer para que alguém comece a achar que algo precisa ser feito contra os intolerantes.

      Afinal, o presidente da Venezuela ainda não caiu de maduro, e o da Coréia do Norte continua firme e forte…

  3. Fábio Leite

    25/08/2014 — 12:47

    Essa sua tabela-verdade é algo que eu sempre quis dizer, mas nunca consegui sintetizar. Se eu for tolerante contra um neonazista p. ex., estou sendo tolerante com a intolerância e portanto estarei sendo cretino.

    Sobre os comentários: a que ponto chegou a nossa política. Ex-terrorista e cheirador de pó, ambos de base moral nula, no segundo turno. Quero a volta da cédula de papel. Além de ser mais confiável, eu poderia votar no rinoceronte Cacareco. Ou no Joselito, do PSN (partido dos sem-noção).

    1. Tá esquecendo a ex-ministra do governo do padrinho da ex(?)-terrorista, verde por fora, vermelha por dentro…

    1. Bruno, não tens idéia do quanto fico feliz por teres lembrado de mim ao leres isso! 🙂

      Já leste isto aqui? http://arthur.bio.br/2013/06/15/educacao/educacao-significa-engenharia-cerebral#.U_0j_PGS5o4

  4. “Venezuela? Adoro gente otimista!

    Olha para a ditadura dos Castro, amigos do PT.

    Olha para a tirania do Putin, que criminaliza a homossexualidade, financia terroristas que derrubam aviões civis e anexa território à força, defendida abertamente pelo PT.

    Olha para a Coréia do Norte, que pratica crimes contra a humanidade, prende as famílias dos acusados de “alta traição” (discordar da ditadura), tortura os prisioneiros políticos e os mata de fome ou joga para os cães estraçalharem, defendida e incensada pelo PC do B, aliado histórico do PT, sem que o PT abra o bico para fazer uma única crítica. O mesmo PT que quer meter na cadeia quem fizer piadas de mau gosto no Brasil.

    Todo mundo sabe disso. ”

    Declaração de Praga sobre Consciência Europeia e Comunismo

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Declara%C3%A7%C3%A3o_de_Praga_sobre_Consci%C3%AAncia_Europeia_e_Comunismo

    O mais estranho que a UE SE RECUSOU A RECONHECER, SERÁ RABO PRESO OU AFINADADE IDEOLOGICA?

    1. É estupidez politicamente correta. Eles acham que gente boazinha não pode falar mal das crenças e convicções dos outros. Acham que dá para conversar quando alguém chutar a porta da casa deles no meio da madrugada com uma arma na mão.

  5. Perfeito Arthur, sem nada a acrescentar, a lógica é inegável.
    O que sempre me deixa intrigado é o fato das pessoas não se darem conta que ao inibirem o pensamento alheio, ou qualquer forma de expressão, futuramente isso vai se voltar contra elas.
    Um caso recente foi o da Raquel Sheherazade, que tinha opiniões “polêmicas” sobre assuntos considerados “espinhosos”. Eu observei diversos “colegas” jornalistas criticando a atitude dela, e de uma maneira bem irônica amarrando uma corda ao redor do próprio pescoço.
    Chegaram ao ponto de manipular de uma maneira bem imbecil os comentários da jornalista, distorcer o significado das palavras para se encaixar no contexto que eles desejavam.

    1. O problema da tolerância e da intolerância, Gelson, é que ninguém pensa se o mundo ficará mais tolerante ou mais intolerante com cada ação sua. Só pensam na ação aqui e agora, segundo preferências pessoais, não segundo suas conseqüências, que seriam previsíveis se todos fizessem análises lógicas, racionais e conseqüencialistas antes de agir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *