Não, eu não escrevo coisa alguma só para ser polêmico. Nas poucas vezes em que cedi a esta tentação, em geral não gostei dos resultados. A polêmica pela polêmica não tem valor algum, é uma iniciativa vazia e só gera desgaste. Exceto para quem tem interesse diversionista ou mercadológico, para que fazer essa bobagem? 

DoNotFeedTroll
Não alimente o Troll

Um amigo me espinafrou por causa do texto “A herança maldita de Mahatma Gandhi“. Ele acha que eu escrevi aquele texto “só para gerar polêmica”. Não. Eu escrevi aquele texto porque eu tenho absoluta convicção de que a estratégia de Gandhi para lidar com o Império Inglês seria completamente fracassada contra adversários com um nível inferior de moralidade – a absoluta maioria da humanidade, inclusive a maior parte das atuais correntes ideológicas que dividem a cena política ocidental. 

Do mesmo modo, quando eu espinafro os movimentos feminista, negro e gay, eu não estou interessado na polêmica. Eu digo o que penso porque hoje em dia pouca gente tem tido coragem de denunciar a perversão ideológica e os objetivos depravados e perigosos de quem encabeça estes movimentos. Não dá para deixar somente os Bolsonaros, Reinaldos e Olavos da vida falarem a verdade sobre estes movimentos sociais, porque estes caras falam isso por motivos completamente errados e não representam uma alternativa razoável. 

Do mesmo modo, quando eu espinafro os Mídia Sem Máscara da vida, eu não estou interessado na polêmica. Meu motivo é o mesmo citado no parágrafo anterior: não dá para deixar somente os Sakamotos, Lolas e Tijolaços da vida falarem a verdade sobre estes alucinados, porque estes caras falam isso por motivos completamente errados e não representam uma alternativa razoável. 

Meu interesse é na legitimação da crítica e na exploração de alternativas ao pensamento de rebanho dos extremistas e dos farsantes, que costumam ser as mesmas pessoas, em qualquer dos extremos do espectro ideológico. O papel do intelectual não é gerar polêmica, é gerar idéias que façam sentido – e quem quiser que as analise, que as debata, que as transforme em ação ou que as ignore. 

Arthur Golgo Lucas – www.arthur.bio.br – 14/05/2015 

2 thoughts on “A polêmica pela polêmica

  1. Hoje em dia falar qualquer coisa que divirja do “pensamento de rebanho” como você bem colocou é tido como polêmico. Liberdade de expressão é só para os amigos do rei.

    1. O tema da liberdade de expressão será um dos que pretendo esmiuçar em breve. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *