Skeptics of manmade climate change offer various natural causes to explain why the Earth has warmed 1.4 degrees Fahrenheit since 1880. But can these account for the planet’s rising temperature? Scroll down to see show how much different factors, both natural and industrial, contribute to global warming, based on findings from NASA’s Goddard Institute for Space Studies. Clique no texto em inglês para acessar o artigo. (Obrigado pela dica, Gerson.) 

6 thoughts on “What’s Really Warming the World?

  1. So what?

    Esses gráficos só revelam a influência do crescimento humano na temperatura média do planeta.
    O que está nos sugerindo? Que paremos de crescer?

    Poderia existir o gráfico que mostrasse a relação do crescimento humano com o ponto de não retorno climático do nosso planeta. Seria mais dramático, contundente e revelador.

    Honestamente, não vejo nenhuma contribuição positiva na publicação desses gráficos. Pelo contrário, acredito até que prejudique.

    Mas, essa percepção pode ser preconceituosa. Quem sabe?

    1. Adorei o “só”. É mais ou menos como, diante da forca, dizer que aquele nó “só” impede que a corda desate. 🙂

      Não estou “sugerindo”, estou afirmando de modo explícito, inequívoco e cabal que devemos cessar o consumo de combustíveis fósseis imediatamente. Aliás, eu já disse isso antes. Várias vezes. Por exemplo: http://www.arthur.bio.br/2014/03/22/ciencia/cnpnd-novo-relatorio-deixa-claro-estamos-em-perigo-e-precisamos-parar-o-aquecimento-global#.Va08NuJViko

      Quanto ao ponto exato de não retorno, há muitas opiniões diferentes e muitos cenários diferentes. Para quem acredita em democracia e soluções negociadas, este ponto já passou. Para quem acredita que a elite industrial-militar mundial não vai morrer junto em solidariedade aos macacos falantes que se reproduzem como ratazanas, ele nunca vai chegar: http://www.arthur.bio.br/2011/12/31/seguranca/arrependei-vos-o-fim-do-mundo-esta-proximo#.Va0-nuJViko

      Lê os artigos indicados. 😉

  2. Adorei o “cessar o consumo“. rs

    Já passou um cara por aqui afirmando que só o amor salva o ser humano e não adiantou. Agora voce quer que os homens cessem o consumo de combustíveis fósseis, não para salvar o ser humano, mas para salvar o planeta e voce acha que vai adiantar? rs

    Arhur, eu lanço pensamento. Quem sabe essas dramáticas alterações que o ser humano vem causando no clima e no planeta não farão aparecer uma espécie de macaco mais inteligente e capaz de conviver em paz um com os outros. rs

    Uma coisa é certa. O que terá de acontecer, acontecerá independente do que eu e voce pensemos ou façamos. Isso porque não estamos em nenhum dos lados dessa equação. Quer começar a influir no resultado? Seja uma das variáveis.

    Abraço.

    1. Bem, Geraldo, quando eu falo em “salvar o mundo” (ou o planeta) eu estou sempre me referindo aos seres humanos em primeiro lugar e à diversidade biológica em segundo lugar. O planeta não vai morrer e a vida não vai se extinguir mesmo que os seres humanos consumam até a última gota ou lasca ou mol de combustível fóssil. No mínimo as formas de vida mais simples vão certamente sobreviver, recomeçar a colonização do planeta e recompor Gaia. Isso tudo é certo. O que me preocupa mesmo é o incrível e absolutamente desnecessário sofrimento que acontecerá no processo e a absurda perda de riqueza biológica que resultará.

      Não estou muito preocupado com que tipo de macaco ou ave ou réptil ou inseto tomará conta do planeta caso arrebentemos com tudo. O que eu realmente queria poder fazer é construir um mundo iluminista, progressista, sem sofrimento desnecessário e com muito senso de contentamento. Isso seria extremamente fácil de fazer se o macaco falante não fosse tão estúpido e maldoso. E esse maldito macaco falante é da mesma espécie que eu, que é o que me deixa pasmo com sua estupidez e maldade. Eu simplesmente não sei que tipo de doença acomete a maioria dos humanos a ponto de levá-los a viver as vidas sofridas e sem sentido que 99,99% deles vivem.

      Eu tinha decidido ser uma das variáveis. Eu comecei a organizar um debate para montar um movimento e um partido iluminista. Só que lá pelas tantas eu me dei conta que apenas 0,07% das pessoas que leram o manifesto para dar início a este movimento chegaram ao ponto de clicar no botão de “entrar” no grupo do Facebook onde faríamos as discussões. Se o macaco falante não quer um movimento ou partido iluminista, eu não vou dedicar minha vida, meus esforços, meu tempo, meus recursos e minhas esperanças dando murro em ponta de faca. Decidi dar um tempo para repensar o que fazer da vida. Talvez eu volte ao projeto. Talvez não. Veremos.

    2. Acho que só se vai acordar com mortes em massa.

      talvez então seja tarde.

      Talvez já seja tarde.

      Só resta torcer pra algum fator dar tempo, tipo a redução da atividade solar. Mas é uma aposta arriscada, roleta russa com 5 balas.

      __________

      De nada (atrasado 😛 ), Mr Arthur!

    3. O sol só passa por períodos curtos de redução de atividade, coisa de poucos anos, ou no máximo poucas décadas. Toda estrela vai ficando cada vez mais quente, muito devagar, mas sempre mais quente, até se expandir, engolir os planetas em volta e colapsar definitivamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *