Todo mundo com pelo menos dois neurônios funcionais sabe que o Olavo de Carvalho é um picareta que pastoreia um rebanho de otários acéfalos que rivalizam em capacidade crítica com os zumbis da seita da estrela vermelha, ou seja, nenhuma. Talvez por isso muita gente julgue esta turba ignara inofensiva, mas hoje eles se uniram ao PT no discurso do golpe e contrário ao impeachment. Não é divertido que o “mestre” do circo de horrores da filosofia brasileira esteja atiçando seus discípulos em defesa dos interesses de seu maior inimigo? Entenda como isso aconteceu.

Olavão_e_o_idiota_útil
A ironia de Olavo de Carvalho ter dito isso é deliciosa.

Tudo começou quando o PT estava firme e forte no poder, com Dilma ainda com uma boa avaliação popular. Naquela época, para agitar uma cenoura na frente de seus burros, Olavão reforçou o discurso de que o impeachment não iria acontecer porque “o comunismo sempre ganha”. Sua turba de paranóicos idiotizados relinchava com prazer orgásmico toda vez que ele dizia que era necessária uma intervenção militar para deter o avanço do comunismo, pois o PT, o PMDB, o PSDB, o DEM, a CNBB, a OAB, a Globo, a FIESP, o STF, o TSE, o Obama, o Papa, o Super-Homem, o Batman, os Teletubbies e até o seu peixinho dourado eram perigosos cripto-comunistas a um passo de estabelecer a Nova Ordem Mundial do governo mundial gayzista gramsciano da ONU.

Enquanto o Olavão regurgitava reacionarismo para alimentar seus enteados intelectuais, e que Deus me perdoe por usar a palavra “intelectual” neste contexto, movimentos sociais bem organizados como o Movimento Brasil Livre e o Vem Pra Rua, com algum grau de articulação que nunca será bem explicado com os partidos de oposição, faziam um trabalho duro, contínuo e competente pró-impeachment. E em 13/03/2016 a maior manifestação popular da história do Brasil mudou os rumos da história.

Um pouco porque a situação do país já era falimentar, um tanto porque muita gente queria livrar a própria pele, a base aliada do governo ruiu, o impeachment foi viabilizado e depois de muitas chicanas finalmente concretizado.

O astrólogo tinha errado sua previsão.

Urgia inventar algum disparate para manter vivo o mito de que “Olavo tinha razão”, ainda que respirando por aparelhos.

E não é que a patacoada inventada superou toda e qualquer expectativa mesmo para os padrões pândegos com que Olavo usualmente debocha de sua tribo de botocudos lobotomizados? O filósofo do refrigerante feito com células de fetos abortados profetizou que o impeachment na verdade legitimava a presidência de Dilma, que simplesmente “não era presidente” e portanto podia ser enxotada com um simples “sai daí” dito por qualquer cidadão comum. E as suas mulas-sem-cabeça amestradas com estômagos de avestruz engoliram essa bomba.

A cereja do bolo, aliás, foi a orientação do guru para que os cidadãos comuns ingressassem na justiça comum contra o TSE para obrigar este a não reconhecer a presidência de Dilma porque a eleição teria sido fraudada devido a ter sido realizada uma “apuração secreta”, afinal, nas palavras do iluminado, “contagem eletrônica é uma coisa, apuração secreta é outra”. E teve até advogado que engoliu isso! Sério, esse pessoal tinha que perder o registro na OAB. Para que vocês tenham uma idéia, isso equivale a um soldado raso do exército (juiz de primeira instância) dar uma ordem para um almirante da marinha (ministro do TSE, que é outro poder) para que ele afundasse um navio sob sua guarda (crime de sabotagem e alta traição na área de competência do outro). (Valeu pelo exemplo, Roberto!)

Ao vomitar uma groselha dessas, Olavão mais uma vez delimita seu público entre os mais estúpidos dos asnos, o que infelizmente não é pouca gente. Esta massa ignara está zurrrando e latindo nas redes sociais contra o impeachment e dividindo um movimento que precisa ser mantido unido apesar de todas as diferenças entre os aliados de ocasião pelo menos até a cassação definitiva do mandato da guerrilheira, evitando a volta ao controle do Estado da quadrilha criminosa mais nefasta que este país já conheceu desde a redemocratização. Para não terem que reconhecer que o picareta não é infalível, as olavetes estão ardorosamente defendendo os interesses do PT, atacando o impeachment.

Nunca os supostos anti-comunistas defenderam tão entusiasticamente a volta da esquerda ao poder. Para nossa sorte, além de estúpidos, são incompetentes. E o inconseqüente mentor deste incrível exército de Brancaleone está precisando apelar para táticas desesperadas que reduzem o seu rebanho de antas aos mais incapazes.

Arthur Golgo Lucas – www.arthur.bio.br – 28/05/2016

3 thoughts on “A última estupidez do olavismo

  1. Roberto Tramarim

    29/05/2016 — 14:03

    Hehehe, voltando a blogar em grande forma. Excelente artigo :). Pena que os “casos perdidos” dos olavetes são impermeáveis. São capazes de, como sempre fazem, dizer que as palavras do “mestre”(meldeuz) foram “tiradas do seu contexto”. Até nisso eles são iguais aos zumbis da seita.

    1. Valeu! 🙂 Não temos como abrir os olhos das olavetes, mas podemos abrir os olhos de muita gente que correria o risco de virar olavete. ?

    2. Já tô até imaginando eles dizendo: “Deturparam Olavo de Carvalho!!!”

      Acho que já vi esse filme antes…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *