Muita gente se pergunta o que afinal deve comer para ter uma boa saúde. Este artigo responde isso de modo bem claro e objetivo, com base na evolução biológica humana, conhecimento que obviamente todo médico e todo nutricionista responsável e com boa formação científica domina com perfeição e sabe aplicar com maestria ao prescrever uma dieta saudável para um ser humano.

piramide-alimentar

P: Por que uma vaca deve comer grama e não carne?

R: Porque há mais de três milhões de anos todos os ancestrais das vacas comeram grama e não carne. Devido à seleção natural, ao longo de todo o período paleolítico, as proto-vacas que melhor digeriam e melhor metabolizavam grama tinham melhor saúde, vigor, capacidade reprodutiva e longevidade, deixaram maior número de descendentes férteis e com isso gradualmente as vacas foram se tornando mais capazes de digerir grama e não outros alimentos. É por isso que as vacas de hoje estão adaptadas a comer grama e não carne.

P: Por que um leão deve comer carne e não grama?

R: Porque há mais de três milhões de anos todos os ancestrais dos leões comeram carne e não grama. Devido à seleção natural, ao longo de todo o período paleolítico, os proto-leões que melhor digeriam e melhor metabolizavam carne tinham melhor saúde, vigor, capacidade reprodutiva e longevidade, deixaram maior número de descendentes férteis e com isso gradualmente os leões foram se tornando mais capazes de digerir carne e não outros alimentos. É por isso que os leões de hoje estão adaptados a comer carne e não grama.

P: Por que um ser humano comer cinco a nove porções de cereais, pães, tubérculos, raízes e massas, quatro a cinco porções de hortaliças, três a cinco porções de frutas, três porções de leite e derivados, uma porção de leguminosas e apenas uma ou duas porções de carnes e ovos por dia, mantendo ao mínimo o consumo de gorduras e sendo aceitável a mesma quantidade de açúcar, de preferência fazendo uma refeição a cada três horas, e não a maior quantidade possível de carne de caça, ovos, peixes e uma pequena quantidade de folhas verdes e frutinhas silvestres, fazendo o menor número de refeições possível por dia?

R: Porque há mais de três milhões de anos todos os ancestrais dos seres humanos consultavam médicos e nutricionistas que lhes diziam que comer de três em três horas de acordo com a pirâmide alimentar é que era saudável e não comer aquilo que estava disponível no ambiente selvagem de modo irregular e bastante espaçado. Devido à seleção natural, ao longo de todo o período paleolítico, os proto-humanos que melhor digeriam e melhor metabolizavam uma refeição a cada três horas com coisas como granola, pão integral, suflê de batata, macarrão à carbonara, tofu, peitinho de frango feito sem gordura no microondas, gelatina sabor abacaxi, duas bolachinhas recheadas e um suco de laranja geladinho tinham melhor saúde, vigor, capacidade reprodutiva e longevidade, deixaram maior número de descendentes férteis e com isso gradualmente os seres humanos foram se tornando mais capazes de digerir a inteligente dieta recomendada pelos médicos trogloditas e nutricionistas das cavernas e não outros alimentos. É por isso que os seres humanos de hoje estão adaptados a comer de três em três horas de acordo com a pirâmide alimentar e não o menor número de refeições possível por dia de acordo com aquilo que eu e outros irresponsáveis alucinados como eu recomendamos e que se chama dieta paleolítica de baixo carboidrato.

Hein?

Você acha que há algo errado com o raciocínio acima?

Não pode ser.

Os médicos e nutricionistas recomendam isso. É óbvio que, como estes profissionais são todos muito responsáveis e profundos conhecedores da biologia humana, o ser humano só pode ter evoluído comendo de três em três horas pão integral, granola, arroz e feijão, peitinho de frango feito sem gordura no microondas, suflê de batatas, gelatina sabor abacaxi e chazinho com adoçante para ajudar a fazer a digestão.

Você não acha que os médicos e nutricionistas seriam tão ignorantes sobre a biologia evolutiva humana a ponto de recomendarem uma dieta para a qual o ser humano não está adaptado, né? Afinal de contas, eles estudaram para isso! E são os responsáveis pela sua saúde!

Claro, se o ser humano tiver evoluído comendo algo diferente e você seguir o que os médicos e nutricionistas recomendam, então você pode acabar tão saudável quanto uma vaca alimentada com churrasco ou um leão alimentado com salada. Mas você não corre esse risco. Todo mundo sabe que já existia pão integral, tofu, gelatina sabor abacaxi e adoçante no paleolítico. Todo mundo sabe que médicos, nutricionistas, a indústria de alimentos e a indústria farmacêutica são absolutamente competentes, isentos de interesse financeiro e só pensam no que é melhor para a sua saúde. Pare de pensar bobagem.

Tire estas minhocas da cabeça e vá comer um pãozinho integral com margarina e um chazinho com sucralose.

Arthur Golgo Lucas – www.arthur.bio.br – 02/09/2016

4 thoughts on “A evolução e a dieta dos médicos e nutricionistas

  1. Perdão por rir. Adorei ” Porque há mais de três milhões de anos todos os ancestrais dos seres humanos consultavam médicos e nutricionistas que lhes diziam que comer de três em três horas de acordo com a pirâmide alimentar é que era saudável e não comer aquilo que estava disponível no ambiente selvagem de modo irregular e bastante espaçado.” Somo uma especie com muita sorte. Já a uns três milhões de anos tínhamos médicos 🙂

    1. E já comíamos pão integral, massa e gelatina sabor abacaxi.

  2. Não se esqueça da vitamina de leite com todas as frutas boas: maçã, mamão, banana, morango, pera… e dale açúcar refinado, afinal, tomar líquido sem açúcar é coisa de natureba chato.

    1. Leite desnatado, ainda por cima.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *