Pergunta ao leitor: que redes sociais usar no smartphone?

O Facebook e do Messenger no smartphone estão me incomodando. Eu estou pensando em desinstalar os dois aplicativos e voltar a utilizar estas duas redes sociais somente no notebook. Já o Whatsapp e o Twitter não me incomodam. Veja abaixo os motivos, conte a sua experiência e dê o seu palpite quanto a que redes sociais é melhor ter instaladas no smartphone e que redes sociais é melhor usar só no computador. 

O motivo do incômodo é que eu tenho gasto tempo demais no Facebook e no Messenger, devido à grande facilidade de acesso imediato. Esteja eu fazendo o que estiver, eu ouço a notificação, vou verificar se é uma notificação de algum aplicativo que eu uso no trabalho… E muitas vezes não é. Mas eu recebo a notificação de qualquer modo, e com frequência a curiosidade fala mais alto e eu acabo abrindo ou o Facebook, ou o Messenger para saber do que se trata.

Não, eu não sou “dependente” de Redes Sociais. Não é essa a questão. Eu não fico ansioso se não estiver permanentemente conectado, embora goste de estar conectado. Mas às vezes eu me distraio quando não queria me distrair, porque a notificação toca de qualquer modo. E não adianta desligar as notificações destes dois aplicativos, porque quando o Whatsapp toca uma notificação de trabalho eu vejo que há mensagens pendentes no Facebook ou no Messenger e acabo abrindo uma destas duas grandes fontes de distração.

É gostoso ter em mãos a possibilidade de contato imediato com os amigos, ler uma piadinha, responder uma pergunta, etc. Mas é uma catástrofe para a produtividade. Não tanto pelo tempo gasto, mas pela distração que eles causam, especialmente para um hiperativo. E, como é muito mais fácil não ter estes aplicativos instalados do que não me distrair com eles, eu estou pensando em desinstalá-los toda segunda-feira e reinstalá-los toda sexta-feira. Ou talvez nem os instale no smartphone novamente, ainda não decidi.

O Whatsapp é ótimo. Eu recebo muito menos notificações do Whatsapp, porque silencio o grupo de piadinhas da família na hora do almoço e ele fica silenciado a tarde toda, enquanto estou trabalhando. Como este é o único grupo em que estou inscrito fora os grupos de trabalho, e como eu sei que lá só tem piadas, eu deixo este grupo para ler à noite numa boa, porque não existe a menor curiosidade sobre o conteúdo: serão piadas.

O Twitter é ótimo também. Tenho usado até muito pouco, porque quase ninguém do trabalho aproveita a ferramenta. A maior parte dos meus seguidores no perfil profissional é de outros estados ou do exterior e no perfil pessoal eu quase nunca recebo notificações. Eu gostaria de usar o Twitter muito mais, porque ele é ótimo para compartilhar links de informações de trabalho importantes, mas não adianta nada compartilhar informações de trabalho importantes em uma rede social que quase ninguém do trabalho usa. Eu faço isso por pura teimosia. É uma pena que a popularidade desta rede tenha despencado no Brasil.

Tenho dois perfis no YouTube, mas um eu só uso para trabalho e o outro eu só acesso em casa, no Wi-Fi, com toda a calma. Não uso Instagram, LinkedIn, Pinterest e outras. Acho que nem sei mais a senha dos perfis que eu tinha nestas redes. São perfis destinados a ficar armazenados em algum servidor por muitos anos, sem nenhuma atualização nem qualquer conteúdo útil postado no curto período que os testei.

Esta é minha realidade nas redes sociais. Qual é a sua? Quais aplicativos de redes sociais você usa no smartphone e quais redes sociais você decidiu não instalar no smartphone e usar somente no computador? Por quê? Descreva sua realidade e dê seus palpites. Estou curioso! 

Arthur Golgo Lucas – www.arthur.bio.br – 31/10/2017