Recadinho

No artigo “Minha única crença irracional” acrescentei a palavra “Metafisicamente” no quadro em que informo no que acredito. Isso havia sido respondido na caixa de comentários e achei o esclarecimento tão importante que decidi incluir a informação no corpo do artigo. Faço o registro para que os comentários feitos naquele artigo até hoje não pareçam inadequados por desconsiderar este dado. 

Como escolher os melhores países do mundo para morar

Volta e meia eu testemunho discussões políticas acaloradas que costumam terminar com um lado dizendo “Ah, é? Então vai morar em Cuba!” e o outro lado dizendo “Ah, é? Vê se eles te querem nos EUA!” Eu estou tão farto disso que resolvi apresentar o meu próprio critério de qual país é bom de morar: é aquele país que tem simultaneamente Índice de Corrupção Percebida >= 8,5, Índice de Desenvolvimento Humano >= 0,850, Coeficiente de Gini < 0,35 e clima padrão C na escala Köppen-Geiger. Continue reading “Como escolher os melhores países do mundo para morar”

A importância do contexto

Pessoal, eu estou bem. Não fui mordido por cachorro algum, não fiz cirurgia alguma, não vou precisar de fisioterapia e a suposta necessidade de óculos novos foi apenas uma piada. Todo Mundo foi induzido a erro pelo texto “O Portão” devido às expectativas causadas pelo contexto em que o texto se insere. Ninguém percebeu que o texto era um ensaio e não uma narrativa autobiográfica. Em minha defesa, alego apenas a verdade: tão envolvido estava com a produção do texto, que não percebi o contexto. Esclarecerei. Continue reading “A importância do contexto”