Aborto: o argumento do violinista (parte 1)

Volta e meia alguém feminista me aparece com uma defesa do pretenso “direito” da mulher de matar um ser humano inocente e indefeso que ela mesma trouxe ao mundo e que por irresponsabilidade e egocentrismo ela considera um estorvo. A bola da vez foi um link que me mandaram com um argumento pra lá de esdrúxulo que não se sustenta perante a mais elementar análise lógica. Continue reading “Aborto: o argumento do violinista (parte 1)”

Por que NÃO contratar uma mulher

Homens e Mulheres são absolutamente iguais em dignidade e em merecimento de felicidade e realização em todos as áreas de suas vidas. Mas homens e mulheres não são física nem psicologicamente iguais, o que torna necessário tratar diferentemente os diferentes para que se obtenha justiça de tratamento naquilo em que os gêneros são diferentes. Por outro lado, homens e mulheres não são diferentes em muitas áreas, o que torna necessário tratar igualmente os iguais para que se obtenha justiça de tratamento naquilo em que os gêneros são iguais. Continue reading “Por que NÃO contratar uma mulher”